DCC - UFMG
+55 31 3409 5860
ciia-saude@dcc.ufmg.br

Karen Cristine Abrão


Karen Cristine Abrão

Centro Universitário FACENS
ACRTS

Pesquisador associado





Informações resumidas do Currículo Lattes


Currículo Lattes atualizado em 02/06/2021

Nome em citações bibliográficas: ABRÃO, K. C.;ABRÃO, KAREN CRISTINE;KAREN CRISTINE ABRÃO;ABRÃO, K.C.;ABRÃO, K.;ABRÃO, KAREN;ABRAO, K.C.;ABRAO, KAREN;ABRÃO, KAREN C.;K ABRÃO;ABRÃO, KAREN CRISTINA


Formação acadêmica

Doutorado em Medicina (Obstetrícia e Ginecologia) na Universidade de São Paulo em 2008
Graduado em Medicina na Faculdade Evangélica do Paraná em 2002


Projetos de pesquisa em andamento

2021 a AtualObservatório Obstétrico Brasileiro
Observatório Obstétrico Brasileiro Descrição: O objetivo deste projeto é criar um observatório obstétrico por meio de uma plataforma interativa de monitoramento, análise de dados públicos e disseminação de informações da área de Obstetrícia do Brasil. Nele serão disponibilizadas as análises exploratórias dos dados, com visualização online, dinâmica e com filtragens escolhidas pelo usuário, além dos resultados de análises e modelos preditivos para os desfechos de interesse. Uma das análises é avaliar o impacto das pandemias de H1N1 (2009) e COVID-19 (2020) na saúde materna, fetal e neonatal. Será também produzido e disponibilizado gratuitamente um livro sobre ciência de dados aplicada à saúde materno-infantil.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Integrantes: Karen Cristine Abrão (coordenador), Rossana Pulcineli Vieira Francisco, Mario Henrique Burlacchini de carvalho, JOHANNES VON LOCHTER, rafaela alkmin da costa, cristiane paganoti, agatha sacramento rodrigues, Adriano Polpo, Felipe Hashimoto Fengler, Maria de Lourdes Brizot.
2021 a AtualPlataforma de Cuidado Remoto a Pacientes Idosos
Este projeto objetiva desenvolver uma plataforma de inteligência artificial aplicada ao cuidado remoto de pacientes idosos, deficientes ou com mobilidade reduzida capaz de realizar o monitoramento passivo remoto destes pacientes com sensores de ambiente, biométricos e visão computacional. A interface com os usuários será realizada por meio de uma assistente virtual (Sylv-IA) que será o ponto de conexão entre o paciente e familiares, cuidadores e profissionais de saúde, agindo como um hub de informações para incrementar a independência e qualidade de vida dos pacientes, ao mesmo tempo em que fornece informações precisas para a tomada de decisão. Para atingimento da proposta de valor, a solução se apoia em 6 pilares: segurança do paciente, monitoramento de parâmetros fisiológicos, otimização da gestão, economia de recursos, experiência do usuário e integração de dados. A SEMANTIX pretende criar uma solução inovadora e escalável de integração de dados, que gere informações relevantes que levem à redução de riscos em pessoas idosas, deficientes ou com mobilidade reduzida, atuando na prevenção, promoção e tratamento de saúde, com custos reduzidos.
Integrantes: Karen Cristine Abrão (coordenador), Roberto Netto, Lester de Abreu Faria, Rodolfo Uchida.
2012 a AtualPREVALÊNCIA DA VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA A MULHER ENTRE AS ALUNAS DA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI

Integrantes: Karen Cristine Abrão (coordenador).

Projetos de desenvolvimento em andamento

Veja todos os projetos no Currículo Lattes

Últimas publicações

Artigos em periódicos

O residente como instrutor
2020. FEMINA (RIO DE JANEIRO).
Medical Residency in Gynecology and Obstetrics in Times of COVID-19: Recommendations of the National Specialized Commission on Medical Residency of FEBRASGO
2020. REVISTA BRASILEIRA DE GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA (IMPRESSO).
Atualização da Diretriz de Ressuscitação Cardiopulmonar e Cuidados Cardiovasculares de Emergência da Sociedade Brasileira de Cardiologia - 2019
2019. Arquivos Brasileiros de Cardiologia.
O ensino por meio da simulação na residência médica
2019. FEMINA (RIO DE JANEIRO).
Evaluation of information retention and adherence to treatment in patients with gestational diabetes mellitus after multidisciplinary group
2016. Revista da Associação Médica Brasileira.
Faculty perceptions of simulation programs in healthcare education
2015. INTERNATIONAL JOURNAL OF MEDICAL EDUCATION.
Elaboração de vídeos médicos educacionais para treinamento de habilidades de estudantes do curso de medicina
2012. Revista Brasileira de Educação Médica (Impresso).
Elevation of Uterine Basal Tone and Fetal Heart Rate Abnormalities After Labor Analgesia
2009. Obstetrics and Gynecology (New York. 1953).

Trabalhos completos em congressos


Resumos expandidos em congressos


Resumos em congressos

Utilização de ferrramentas emergentes para transformação e visualização de dados na área da saúde
2020. ADIS Conferencia Ibero Americana WWW/Internet 2020.
Multiple tools teaching are the key to a long last learning on human morphology
2012. XXII International Symposium on Morphological Sciences.
O que os professores de Medicina falam entre eles no intervalo das aulas? Como melhorar os resultados educacionais e manter motivação dos professores durante a hora do café
2010. 7o. Congresso Paulista de Educação Médica.
Fatores associados ao dignóstico pós-natal de intolerância à glicose e diabetes em pacientes com diagnóstico de diabetes gestacional
2010. XV Congresso Paulista de Obstetrícia e Ginecologia.
Relato de experiência do emprego da simulação no ensino da semiologia ginecológica em um currículo integrado
2009. XIV Congresso Paulista de Obstetrícia e Ginecologia.

Veja todas as publicações no Currículo Lattes

Orientações em andamento

Mestrado

Doutorado

Veja todas as orientações no Currículo Lattes