DCC - UFMG
+55 31 3409 5860
ciia-saude@dcc.ufmg.br

Juliana Silva Herbert


Juliana Silva Herbert

Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
Departamento de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas

Associated researcher





Information extracted from Lattes platform


Last update: 2021/05/05


Degrees

Ph.D. Computação na Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 1999
M.Sc. Computação na Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 1994
B.Sc. Ciência da Computação na Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 1992


Current projects

2020 a AtualAvaliação de Comprimidos de Paracetamol 500 mg Submetidos a um Voo Parabólico (Balístico)
OBJETIVO GERAL: Avaliar comprimidos de paracetamol 500 mg acondicionados em blister após serem submetidos a um voo parabólico (balístico). OBJETIVOS ESPECÍFICOS ● Avaliar os dados de monitoramento da temperatura, umidade e vibração, aos quais os comprimidos de paracetamol 500 mg serão submetidos desde a sua saída do laboratório da Faculdade de Farmácia até o lançamento, e durante o seu retorno para o laboratório após o voo parabólico. ● Avaliar os parâmetros químicos e físicos dos comprimidos de paracetamol 500 mg como doseamento, produtos de degradação, dureza, friabilidade, desintegração, dissolução, peso médio e compará-los com o grupo controle e com o grupo que permaneceu no laboratório. ● Avaliar as informações obtidas do software quanto aos parâmetros do voo parabólico para entender as condições a que os medicamentos foram submetidos. ● Avaliar as imagens captadas dos comprimidos de paracetamol 500 mg durante o voo parabólico para identificar deformações in loco.
Integrantes: Juliana Silva Herbert (coordenador), Thais Russomano, Marlise Araújo dos Santos, cabral pavei, Oswaldo Barbosa Loureda.
2020 a AtualDeterminação de uma Assinatura Imune em Glioblastoma: Desenvolvimento de um Software de Reconhecimento de Plasticidade de Células Imunes
As células imunes infiltram o microambiente tumoral e sugere-se a alteração do comportamento fenotípico dessas células em prol do tumor. Os macrófagos e os neutrófilos compõem a resposta imune inata e são alvos de muitos estudos nesse âmbito, dessa forma, é de grande interesse entender como ocorre a modulação dessas células e quais características novas elas apresentam. Portanto, a caracterização morfológica das células circulantes nos pacientes gera uma boa arma no auxílio da tomada de decisões médicas, pois a razão entre os fenótipos anti e pró-tumoral entrega ao clínico respostas de como o corpo está reagindo 1) ao tumor e 2) ao tratamento. O software a ser desenvolvido almeja a contribuição de baixo custo e amplo acesso na tomada de decisões, bem como prover informações importantes para demais estudos imunológicos.
Integrantes: Juliana Silva Herbert (coordenador), Juliana Herbert, elizandra braganhol, Dominique Santos Rubenich.
2020 a AtualPatient Reported Outcome em Oncologia Clínica: Desenvolvimento, Conhecimento dos Dados e Aplicabilidade na População Brasileira
Objetivo Geral - Identificar técnicas, métodos e ferramentas para a coleta e análise de dados pelos pacientes oncológicos, a fim de definir e implementar um modelo de sistema de apoio à decisão que possa ser utilizado na área de Oncologia,explorando sua aceitação e viabilidade na prática, permitindo posterior análise e melhor compreensão das ações na área.
Integrantes: Alessandra Dahmer (coordenador), Juliana Silva Herbert, Juliana Herbert, Andreas Timóteo Lutz.
2020 a AtualTELEFARMÁCIA- Desenvolvimento de uma plataforma digital para consultoria e assistência farmacêutica
O presente projeto tem como finalidade desenvolver a primeira plataforma digital brasileira com acesso via web por Computadores e smartphones, contendo um banco de dados com informações científicas e baseadas em evidências. A plataforma será utilizada em um novo modelo de negócio, a prestação de serviços de Teleconsultoria Farmacêutica, que terá como publico alvo profissionais da saúde, pacientes de Teleassistência Farmacêutica da Startup BioHealth ou outras empresas que queiram licenciar a plataforma e implantar esses serviços.
Integrantes: Marlise Araújo dos Santos (coordenador), Juliana Silva Herbert, Juliana Herbert.
2020 a AtualAmbient Intelligence no contexto Aeroespacial e em Ambientes Extremos
Ambient Intelligence (AmI) refere-se a ambientes que sejam sensíveis e responsivos à presença de pessoas, auxiliando-as a realizar atividades de maneira intuitiva. Esta disciplina foi desenvolvida junto à computação pervasiva e ubíqua, à inteligência artificial, ao design de interação centrado no usuário e à sensibilidade ao contexto, pelo uso de tecnologia embutida, personalizada e antecipatória. O AmI está sendo utilizado em várias aplicações na área da saúde, tais como cirurgias apoiadas por computadores, realidade virtual e aumentada, identificação de humor e sua regulação, com base na identificação de sinais psicológicos e de expressões faciais e a utilização de dados coletados a partir de sensores relacionados aos níveis de glicose, à dose de insulina, à atividade física e ao sono para a identificação de diabetes tipo 1. Não foram encontrados trabalhos científicos relacionando o AmI ao contexto aeroespacial e em ambientes extremos. Há apenas algumas iniciativas incipientes, tais como o projeto da NASA intitulado ?SpaceDoc-Intelligent Health Management System for Astronauts?, iniciado em 2019. O objetivo deste projeto de pesquisa consiste em identificar, analisar e propor aplicações de Ambient Intelligence de monitoramento de sinais físicos e mentais de pessoas que estejam em ambientes aeroespaciais e em ambientes extremos, para a identificação ativa de ações a serem realizadas pelos sistemas de e-health envolvidos. Para isso, serão realizadas revisões sistemáticas para a identificação de aplicações de AmI na área espacial e na saúde, de necessidades de monitoramento neste contexto e de sinais que possam ser coletados. Também será realizada a avaliação qualitativa dos resultados obtidos, a definição de um modelo conceitual para o AmI neste contexto e o desenvolvimento de um sistema de aplicação do AmI no contexto aeroespacial e em ambientes extremos. Trata-se de uma pesquisa classificada como exploratória quanto aos objetivos e experimental em relação à natureza, com abordagem qualitativa.
Integrantes: Juliana Herbert (coordenador), Juliana Silva Herbert, Julia Eduarda Bonzanini, Thais Russomano, Marcelo Rabello dos Santos, Marina Moranduzzo, Kalanna Louise Garcia Costa, Ana Powarchuk Xavier, Rafael Giron Martinenco, Camila de Freitas Batista, Aline Griza.
2019 a AtualModelo de Ferramenta Digital para Intervenção em Planejamento Reprodutivo, Combate à Violência de Gênero e Educação em Direitos Reprodutivos e Sexuais
O projeto tem como objetivo ampliar estratégias de comunicação para formar uma rede de apoio entre profissionais de saúde e população atendida, facilitando o diagnóstico e a resolução de problemas críticos ? principalmente aqueles relacionados à violência de gênero, através da criação e do uso de ferramentas digitais ? aplicativo e plataforma web de experiência digital ? para serem utilizadas pela equipe de saúde do programa Estratégia Saúde da Família, principalmente agentes comunitários de saúde, adequando o planejamento reprodutivo à realidade da comunidade atendida, incluindo-se todas as mulheres de 10 a 49 anos. Dessa forma, pretende-se viabilizar ações de prevenção e de redução da gravidez não planejada através de ferramentas de monitoramento de dados e de educação em direitos reprodutivos e sexuais (e-learning).
Integrantes: Juliana Herbert (coordenador), Juliana Silva Herbert, Graziella Moraes Machado, Airton Tetelbom Stein.
2019 a AtualModelo de Design de Interação para o Desenvolvimento de Aplicativos Móveis da Área da Saúde
O objetivo deste trabalho é elaborar um modelo de design de interação que possa ser integrado a processos de desenvolvimento ágil de aplicativos móveis da área da saúde. Serão levados em conta fundamentos de design gráfico para a criação de interfaces de usuário, assim como princípios de design de interação que contribuam com os projetos de aplicativos centrados na experiência do usuário da saúde. A proposta é verificar como as teorias da tipografia, da forma e das cores, além das principais relações entre os elementos do design gráfico bidimensional, podem orientar as escolhas dos desenvolvedores de modo a tornar o uso dos aplicativos móveis mais fácil e eficiente. Acredita-se que os efeitos benéficos dos fundamentos do design vão além da estética, embora esta seja uma questão relevante, podendo contribuir também para a usabilidade, a funcionalidade, a consistência e outros aspectos da experiência do usuário.
Integrantes: Juliana Silva Herbert (coordenador), Aline Griza.

Current applied research projects

See all projects in Lattes

Recent publications

Articles in journals

MODEL FOR QUALITY ANALYSIS OF NEONATAL HEARING SCREENING SOFTWARE: THEORY APPLIED
2021. INTERNATIONAL JOURNAL OF MEDICAL INFORMATICS.
MGPDI: modelo de gestión de la I+D+i en las organizaciones
2017. 360: Revista de Ciencias de la Gestión.
All Uses and Statement Coverage: A Controlled Experiment
2015. COMPUTACION Y SISTEMAS.
Towards a Framework to Compare Formal Experiments that Evaluate Testing Techniques
2009. Research in Computing Science.
Teste de Software Orientado a Objetos
1999. Revista de Informática Teórica e Aplicada (Impresso).

Papers in conferences

Patterns para Enseñar Testing a Personas que no Desarrollan Software
2019. Testing Uy 2019.
Machine Learning para Refinar el Testing de Software
2019. Testing Uy 2019.
Evaluation of the Use of Artificial Neural Networks in the Classification of Diabetic Retinopathy with Retinal Fundus Images Obtained using Smartphones
2019. Latin American Meeting In Artificial Intelligence.
Modelo de Maturidade em Mapeamento de Processos (M3P): Proposta e Aplicação na UFCSPA
2019. IV Encontro de Escritórios de Processos de Instituições Federais de Ensino Superior.
Testing within Constraints: a Practical Approach
2017. 7th World Congress for Software Quality.
Patterns to teach software testing to non-developers
2016. 11th Latin American Conference on Pattern Languages of Programs.
Testing within Constraints
2016. the 1st Brazilian Symposium.
MGPDI: Modelo de Gestión de Investigación, Desarrollo e Innovación (I+D+i) en las Organizaciones
2015. I Congreso Internacional de Gestión de la Innovación e Innovación en la Gestión.
Teste Ágil na Prática
2013. IX Workshop Anual do MPS.

Extended abstracts in conferences

Proteste: Ambiente de Apoio ao Teste de Programas
1992. VI Simpósio Brasileiro de Engenharia de Software.

Abstracts in conferences

Análise Automática de Complexidade de Software Integrada a um Ambiente de Apoio à Fase de Testes
1992. Salão de Iniciação Científica - UFRGS.

See all publications in Lattes

Current students

MS

Marcos Vinícius Ambrosini Mendonça. Proposta de Modelo Digital De Estratificação de Risco para Pessoas com Problemas Cardiopulmonares a Bordo de uma Aeronave em Voos de Longa Duração. Início: 2021. Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (Orientador principal)
Vanessa dos Santos Siviero. Modelo de Plataforma de Interação Digital para Voluntariado Virtual no Contexto da Área da Saúde Pediátrica da Casa de Apoio Madre Ana da Santa Casa de Porto Alegre. Início: 2021. Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (Orientador principal)
Uilian Luis Loose. Modelo de Avaliação de Variáveis de Modelos Matemáticos para Predição da Propagação da COVID-19. Início: 2020. Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (Orientador principal)
Aline Griza. Proposta de Linguagem de Patterns de Design de Interação Orientada a Plataformas Digitais de Difusão Cultural para Promoção de Saúde Mental. Início: 2020. Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (Orientador principal)
Graziella Moraes Machado. Saúde Digital na Atenção Básica: alinhando o Planejamento Reprodutivo ao Desenvolvimento Sustentável. Início: 2020. Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (Orientador principal)
Andreas Timóteo Lutz. Patient Reported Outcome em Oncologia Clínica: Desenvolvimento, Conhecimento dos Dados e Aplicabilidade na População Brasileira. Início: 2020. Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (Co orientador)

PhD

Luíza Silva Vernier. Desenvolvimento de um banco de dados para integração de dados da Triagem Auditiva Neonatal no Estado do RS. Início: 2019. Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (Co orientador)

See all students in Lattes