DCC - UFMG
+55 31 3409 5860
ciia-saude@dcc.ufmg.br

Mariangela Leal Cherchiglia


Mariangela Leal Cherchiglia

Universidade Federal de Minas Gerais
Medicina Preventiva e Social

Pesquisador associado





Informações resumidas do Currículo Lattes


Currículo Lattes atualizado em 02/03/2021

Nome em citações bibliográficas: CHERCHIGLIA M L.;Cherchiglia, M. L.;Cherchiglia ML;CHERCHIGLIA ML;CHERCHIGLIA, MARIANGELA LEAL;Cherchiglia, Mariangela Leal;CHERCHIGLIA, MARIÂNGELA LEAL;CHERCHIGLIA, Mariangela Leal;Cherchiglia, Mariângela Lea;CHERCHIGLIA, MARIANGELA L.;LEAL CHERCHIGLIA, MARIANGELA;Mariângela Leal Cherchiglia;Cherchiglia, Mariângela Leal;Cherchiglia Mariângela Leal;Cherchiglia Mariangela Leal;CHERCHIGLIA MARIÂNGELA LEAL;CHERCHIGLIA, Mariângela Leal;CHERCHIGLIA Mariangela Leal;CHERCHIGLIA, M. L.;CHERCHIGLIA, M.L.;CHERCHIGLIA, M.L;CHERCHIGLIA Mariângela Leal;CHERCHIGLIA MARIANGELA LEAL;CHERCHIGLIA, M L.;Cherchiglia, ML;CHERCHIGLIA, ML;Cherchiglia M. L.;CHERCHIGLIA M. L.;CHERCHIGLIA M.L;CHERCHIGLIA M.L.;Mariangela Leal Cherchiglia;MARIANGELA LEAL CHERCHIGLIA;MARIÂNGELA LEAL CHERCHIGLIA;Cherchiglia ML.;Leal Cherchiglia M


Formação acadêmica

Doutorado em Saúde Pública na Universidade de São Paulo em 2002
Mestrado em Administração na Universidade Federal de Minas Gerais em 1993
Graduado em Medicina na Universidade Federal de Minas Gerais em 1983


Projetos de pesquisa em andamento

2019 a AtualDo domínio da integração de dados dos sistemas de informação em saúde à busca de novas estratégias para a avaliação epidemiológica, econômica e de trajetória assistencial
Busca novas estratégias para revelar padrões nos parâmetros clinico-epidemiológicos e econômicos em estudo, elaborar modelos baseados em Machine Learning aderentes a uma base de dados nacional de pacientes em terapia renal substitutiva e em tratamento oncológico, centrada no indivíduo, que integra registros administrativos e epidemiológicos do SUS ? Brasil, no período de 2000-2015
Integrantes: Mariangela Leal Cherchiglia (coordenador), Ilka Afonso Reis, Agner Pereira Lana, Hugo André da Rocha, Daniela Pena Moreira, Marco Antônio da Cunha Santos, Thiago Henrique Mascarenhas Nébias, Mariana Augusto Silva.
2018 a AtualAvaliação das disparidades espaço-temporais no tratamento e sobrevida de pacientes com câncer de colo de útero no Estado de Minas Gerais
O objetivo desse projeto é descrever e analisar a variabilidade geográfica na utilização de serviços de saúde e a sobrevida de pacientes em tratamento de câncer de colo de útero no Sistema Único de Saúde no estado de Minas Gerais. Estudo com abordagem quantitativa e qualitativa. A etapa quantitativa será realizada por meio de um estudo de coorte longitudinal retrospectivo, no qual serão avaliadas as diferenças entre as regiões de saúde de Minas Gerais no que tange ao intervalo de tempo entre o diagnóstico e o início do tratamento, à variabilidade no tipo de tratamento adotado e análise de sobrevida global e específica das pacientes a ser estimada pelo tempo decorrido entre a data do diagnóstico até o óbito ou fim do estudo, bem como os fatores associados a cada um desses desfechos. As variáveis preditoras a serem utilizadas na análise dos desfechos serão parte de dois níveis distintos, um referente à paciente e outro ao serviço de saúde. Na etapa qualitativa, serão realizadas entrevistas em profundidade com mulheres que recebem tratamento em serviços pertencentes à região com maior e à região com menor intervalo de tempo entre o diagnóstico e o início do tratamento, com o objetivo de entender o itinerário terapêutico dessas mulheres.
Integrantes: Mariangela Leal Cherchiglia (coordenador), Augusto Afonso Guerra Júnior, Graziel Lage Oliveira, Ana Lúcia Lobo Vianna Cabral, Sonia Faria Mendes Braga, Francisco de Assis Acurcio, Eli Iola Gurgel Andrade, Daniela Pena Moreira, Flávia Bulgeon Pilecco, Marco Antônio da Cunha Santos, Mariana Araújo Pena Bastos, Desiree Rodrigues Mendes.
2015 a AtualAvaliação epidemiológica, econômica e de trajetórias assistenciais de procedimentos de alto custo no SUS: utilização de base de dados centrada no paciente a partir da integração dos registros dos sistemas de informação em saúde
A proposta desse projeto dá continuidade às pesquisas que realizam e utilizam bases de dados integradas a partir dos sistemas de informação do SUS. Tem por objetivo atualizar as bases de pacientes em terapia de substituição renal (Base TRS) e em tratamento oncológico (Base ONCO) para os anos de 2000 a 2015, a partir da integração dos sistemas de informação do SUS: - o de alta complexidade (APAC), o de internação (AIH) e o de mortalidade (SIM). Propõe-se também, construir uma Sub-Base em TRS agregando aos dados de fonte primária, obtidos junto aos 3.036 pacientes em diálise e transplantados, entrevistados em 2007 em todo o país, aos dados secundários dos sistemas de informação até 2010. Visa, assim, habilitar o seguimento de coortes históricas de pacientes submetidos à terapia de substituição renal (Base TRS) e ao tratamento oncológico (Base Onco), bem como compor indicadores epidemiológicos, de resultado da assistência prestada e de gastos do SUS com o tratamento desses pacientes.
Integrantes: Mariangela Leal Cherchiglia (coordenador), Eli Iola Andrade, Augusto Afonso Guerra Júnior, Ana Lúcia Lobo Vianna Cabral, Felipe Ferre, Francisco de Assis Acurcio, Ilka Afonso Reis, Gisele Macedo da Silva Bonfante, Jakeline Andrea de Melo Souza, Flávia Feliciana Silva Paiva, Agner Pereira Lana, Hugo André da Rocha, Marcos Antônio da Cunha Santos, Daniela Pena Moreira, Eduarda Cristina Soares Maciel.
2015 a AtualAnálise do impacto orçamentário no Sistema Único de Saúde (SUS) de incorporação dos medicamentos mais demandados pela via judicial nos programas de assistência farmacêutica
Trata-se de proposta de pesquisa científica, que tem por finalidade conhecer, no âmbito das avaliações de tecnologia em saúde (ATS) a análise do impacto orçamentário no Sistema Único de Saúde (SUS) dos medicamentos mais demandados pela via judicial e possível incorporação nos Programas de Assistência Farmacêutica visando contribuir na tomada de decisão dos gestores públicos do Sistema Único de Saúde (SUS).
Integrantes: Eli Iola Andrade (coordenador), Mariangela Leal Cherchiglia, Augusto Afonso Guerra Júnior, Daniel Rezende Faleiros, Tiago Lopes Coelho, Orozimbo Henriques Campos Neto, ACURCIO, FRANCISCO A..
2013 a AtualEfetividade do tratamento com agentes biológicos em pacientes com artrite reumatoide, espondilite anquilosante e artrite psoriásica no Sistema Único de Saúde em Minas Gerais: uma coorte prospectiva.
Coorte prospectiva de pacientes portadores de Artrite Reumatica, Artrite Psoriatica e Espondilite Anquilosante em tratamento com os agentes biológicos infliximabe, etanercepte, adalimumabe e rituximabe na Gerência Regional de Saúde (GRS) de Belo Horizonte, Minas Gerais. Essa investigação dá sequencia e integra o Projeto Avaliação da efetividade e segurança dos anticorpos monoclonais adalimumabe, etanercepte, infliximabe e rituximabe utilizados no tratamento da artrite reumatóide, artrite psoriásica e espondilite anquilosante, Brasil e Minas Gerais .
Integrantes: Francisco de Assis Acurcio (coordenador), Mariangela Leal Cherchiglia, Augusto Afonso Guerra Júnior, Grazielle Dias Silva, Alessandra Maciel Almeida, Cristiano Soares Moura, Marina Amaral Avila Machado, Adriana Maria Kakehasi, Juliana Álvares, Eli Iola Gurgel Andrade.
2013 a AtualEfetividade clínica comparativa e custo-efetividade do análogo de insulina Glargina para tratamento de pacientes acometidos por Diabetes Mellitus
Essa proposta de pesquisa científica tem como objetivo avaliar a efetividade clínica comparativa e o custo-efetividade do análogo de insulina Glargina para o tratamento de pacientes acometidos com Diabetes Mellitus. O trabalho será feito em 3 (três) etapas complementares, a saber: 1. Revisão sistemática de estudos observacionais que comparam o análogo Glargina com outras insulinas; 2. Avaliação de coorte de pacientes em uso de Glargina em Minas Gerais; 3. Realização de análise de custo-efetividade comparando Glargina com insulina NPH, na perspectiva do SUS. A metodologia adotada para a revisão sistemática se baseará na publicação da Rebrats "Diretrizes metodológicas: elaboração de revisão sistemática e metanálise de ensaios clínicos randomizados". Artigos publicados nas bases de dados MEDLINE (Pubmed) e Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS) e Cochrane Controlled Trials Databases e NHS Centre for Reviews and Dissemination nos idiomas inglês, português e espanhol, no período de janeiro de 1970 a fevereiro de 2014 serão avaliados. Para a realização da análise de efetividade clínica comparativa será estabelecida uma coorte de pacientes que iniciaram o tratamento com o análogo Glargina no período de janeiro a dezembro de 2011. No estado de Minas Gerais, o análogo Glargina é dispensado aos pacientes acometidos por diabetes tipo I por meio do PCDT (Protocolo clínico e diretrizes terapêuticas), construído pela SES-MG, que prevê que pacientes que apresentarem mau controle glicêmico e crises hipoglicêmicas graves são elegíveis para o tratamento com Glargina.Para a análise da efetividade clínica do análogo o paciente será comparado com ele mesmo, em uma análise antes e depois. Será verificado se houve controle dos níveis glicêmicos (medidos pela hemoglobina glicada) e se há relato de redução da hipoglicemia. Ademais, será conduzida uma análise de custo-efetividade do análogo glargina da insulina e da insulina NPH para o tratamento de pacientes diabéticos do tipo 1. Neste estudo será adotado o modelo de Markov, com o propósito de modelar a progressão da doença e os efeitos do tratamento retratando a história natural do Diabetes Mellitus tipo 1
Integrantes: Francisco de Assis Acurcio (coordenador), Mariangela Leal Cherchiglia, Eli Iola Gurgel Andrade, Augusto Afonso Guerra Júnior, Daniel Rezende Faleiros, Grazielle Dias Silva, Alessandra Maciel Almeida, Ana Luísa Caires de Souza, Leonardo Maurício Diniz, Juliana Álvares, Juliana de Oliveira Costa, Livia Lovato Pires Lemos, Vânia Eloísa de Araújo.
2007 a AtualAvaliação econômica dos medicamentos análogos de nucleosídeos/nucleotídeos - adefovir dipivoxil, entecavir e telbivudina - no tratamento da hepatite viral crônica B
Descrição: O objetivo do estudo é realizar uma avaliação econômica e epidemiológica em adultos com infecção crônica pelo vírus da hepatite B, usuários de medicamentos de alto custo do Programa de Medicamentos Excepcionais do Ministério da Saúde. A partir de um estudo sobre a utilização de análogos de nucleosídeos/nucleotídeos (adefovir dipivoxil, entecavir e telbivudina) no tratamento da hepatite viral crônica B, esta abordagem espera contribuir para avaliação das relações de custo-efetividade entre estes fármacos utilizando bases de dados existentes do SUS. Em seus resultados, o estudo pretende subsidiar o processo de análise e tomada de decisão relativo aos análogos de nucleosídeos/nucleotídeos para o tratamento da hepatite viral crônica B.
Integrantes: Francisco de Assis Acúrcio (coordenador), Mariangela Leal Cherchiglia, Eli Iola Gurgel Andrade, Alessandra Maciel Almeida, Cristina Mariano Ruas Brandão, Cristiane Aparecida Menezes de Pádua, Dirce Inês da Silva.
2005 a AtualAvaliação farmacoeconômica e epidemiológica do programa de medicamentos excepcionais do SUS - Brasil, 2000-2005
Descrição: A partir do estudo sobre a utilização dos medicamentos excepcionais, esta abordagem espera contribuir para o desenvolvimento de instrumentos e indicadores de avaliação de processos e da política de assistência farmacêutica relativa aos produtos de alto custo. A investigação tem como objetivos específicos: a) Adaptar bases de dados administrativas fornecendo uma linha de base para a composição de indicadores epidemiológicos e farmacoeconômicos sobre a utilização dos medicamentos excepcionais e de alto custo no SUS; b) Desenvolver e aplicar metodologia para avaliação farmacoeconômica e epidemiológica a partir de bases de dados existentes no SUS e pareadas probabilisticamente; c) Realizar avaliações de custos (perspectiva do SUS) com a terapia medicamentosa e sua respectiva efetividade em termos de sobrevida do paciente registrados no sistema APAC e SIM no Brasil; d) Conhecer a trajetória dos pacientes e compará-las com as respectivas diretrizes clínicas e terapêuticas do Programa de Medicamentos Excepcionais do SUS, avaliando relações de custos (perspectiva do SUS) e resultados em termos de sobrevida dos pacientes.
Integrantes: Francisco de Assis Acúrcio (coordenador), Mariangela Leal Cherchiglia, Eli Iola Gurgel Andrade, Augusto Afonso Guerra Júnior, Waleska Teixeira Caiaffa, Wagner Meira Júnior, Odilon Vanni de Queiroz.

Projetos de desenvolvimento em andamento

Veja todos os projetos no Currículo Lattes

Últimas publicações

Artigos em periódicos

Pediatric patients on renal replacement therapy: clinic, epidemiological, social and economic profile
2021. Urol Nephrol Open Access J.
Health-related quality of life associated with risk of death in Brazilian dialysis patients: an eight-year cohort
2021. QUALITY OF LIFE RESEARCH.
Regional inequalities in cervical cancer survival in Minas Gerais State, Brazil
2021. Cancer Epidemiology.
Prostate Cancer Survival and Mortality according to a 13-year retrospective cohort study in Brazil: Competing-Risk Analysis
2021. REVISTA BRASILEIRA DE EPIDEMIOLOGIA.
The Budget Impact of Monoclonal Antibodies Used to Treat Metastatic Colorectal Cancer in Minas Gerais, Brazil
2021. Applied Health Economics and Health Policy.
Impact of biologic DMARDs on quality of life: 12-month results of a rheumatic diseases cohort using the Brazilian EQ-5D tariff
2020. HOSPITAL PRACTICE.
Impact of clinical, sociodemographic and quality of life factors on dialysis patient survival: a nine-year follow-up cohort study
2020. CADERNOS DE SAÚDE PÚBLICA.
Cost Analysis of Cancer in Brazil: A Population-Based Study of Patients Treated by Public Health System, From 2001-2015
2020. VALUE IN HEALTH REGIONAL ISSUES (PRINT).
Impacto da qualidade da atenção primária à saúde na redução das internações por condições sensíveis
2020. CADERNOS DE SAÚDE PÚBLICA.
Fatores de risco associados a náuseas e vômitos induzidos por quimioterapia antineoplásica
2020. REVISTA DE SAÚDE PÚBLICA (ONLINE).
Sixteen-Year Cohort of Liver Transplantation in the National Health System in Brazil: Analysis of Immunosuppression Maintenance Therapies
2020. Frontiers in Pharmacology.
Hospitalizations and length of stay of cancer patients: A cohort study in the Brazilian Public Health System
2020. PLoS One.
Effectiveness of Maintenance Immunosuppression Therapies in a Matched-Pair Analysis Cohort of 16 Years of Renal Transplant in the Brazilian National Health System
2020. International Journal of Environmental Research and Public Health.
Inequality in breast cancer care in a Brazilian capital city: a comparative analysis of narratives
2019. International Journal for Equity in Health.
Vulnerabilidade social e câncer de mama: diferenciais no intervalo entre o diagnóstico e o tratamento em mulheres de diferentes perfis sociodemográficos
2019. Ciência & Saúde Coletiva.
Mortality of patients with haemophilia in Brazil: First report
2019. HAEMOPHILIA.
Modality transition on renal replacement therapy and quality of life of patients: a 10-year follow-up cohort study
2019. QUALITY OF LIFE RESEARCH.
Depression and anxiety among patients undergoing dialysis and kidney transplantation: a cross-sectional study
2019. SAO PAULO MEDICAL JOURNAL.
Stage at diagnosis and stage-specific survival of breast cancer in Latin America and the Caribbean: A systematic review and meta-analysis
2019. PLoS One.
Prevalência de práticas integrativas e complementares em pacientes submetidos à quimioterapia antineoplásica
2019. Cogitare Enfermagem (UFPR).
Perfil de gastos com o tratamento da Artrite Reumatoide para pacientes do Sistema Único de Saúde em Minas Gerais, Brasil, de 2008 a 2013
2018. Ciência & Saúde Coletiva.
The long-term costs for treating multiple sclerosis in a 16-year retrospective cohort study in Brazil
2018. PLoS One.
Fatores associados à cobertura do Sisvan Web para crianças menores de 5 anos, nos municípios da Superintendência Regional de Saúde de Belo Horizonte, Brasil
2018. Ciência & Saúde Coletiva.
Mental health in primary care: an evaluation using the Item Response Theory
2018. REVISTA DE SAÚDE PÚBLICA (ONLINE).
Integração da atenção básica à rede assistencial: análise de componentes da avaliação externa do PMAQ-AB
2018. CADERNOS DE SAÚDE PÚBLICA.
Building the national database of health centered on individual - administrative and epidemiological record linkage
2018. International Journal for Population Data Science.
Fatores associados ao recebimento de aposentadorias entre adultos mais velhos:ELSI-Brasil
2018. REVISTA DE SAUDE PUBLICA.
Crohn?s Disease Treatment Expenditures over Fifteen Years of Follow-Up
2018. Pharmacoeconomics open access.
Comparative Effectiveness and Safety of Monoclonal Antibodies (Bevacizumab, Cetuximab, and Panitumumab) in Combination with Chemotherapy for Metastatic Colorectal Cancer: A Systematic Review and Meta-Analysis
2018. BIODRUGS.
Patient survival and risk of death after prostate cancer treatment in the Brazilian Unified Health System
2017. REVISTA DE SAUDE PUBLICA.
Time trends for prostate cancer mortality in Brazil and its geographic regions: An age-period-cohort analysis
2017. Cancer Epidemiology.
Care coordination in PMAQ-AB: an Item Response Theory-based analysis
2017. REVISTA DE SAÚDE PÚBLICA (ONLINE).
Medication persistence of DMARDs and anti-TNF agents in a cohort of patients with rheumatoid arthritis in Brazil
2016. Arthritis Care & Research (Print).
Health self-assessment by hemodialysis patients in the Brazilian Unified Health System
2016. Revista de Saúde Pública (Online).
Quality of life of patients with Diabetes Mellitus Types 1 and 2 from a referal health centre in Minas Gerais, Brazil
2016. Expert Review of Clinical Pharmacology.
Incidência de hepatite viral C em pacientes em hemodiálise no Brasil entre 2000 e 2003
2016. Cadernos de Saúde Pública (Online).
Costs of Drug Therapy in Patients with Ankylosing Spondylitis in Brazil
2016. Rheumatology and Therapy.
Ten-year kidney transplant survival of cyclosporine- or tacrolimus-treated patients in Brazil
2016. Expert Review of Clinical Pharmacology.
Efficacy, safety and effectiveness of ondansetron compared to other serotonin-3 receptor antagonists (5-HT RAs) used to control chemotherapy-induced nausea and vomiting: systematic review and meta-analysis
2016. Expert Review of Clinical Pharmacology.
Determinantes dos gastos com diálises no Sistema Único de Saúde, Brasil, 2000 a 2004
2010. Cadernos de Saúde Pública (ENSP. Impresso).
A construção da base de dados nacional em Terapia Renal Substitutiva (TRS) centrada no indivíduo: aplicação do método de linkage determinístico-probabilístico
2007. REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS DE POPULAÇÃO (IMPRESSO).

Trabalhos completos em congressos

As ações e serviços de saúde nos municípios do estado de Minas Gerais: uma análise preliminar do SIOPS
2003. I Jornada de Economia da Saúde. 0
Formas institucionais de terceirização de serviços de saúde na rede hospitalar filantrópica
2003. VII Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. 1
A reforma setorial do Estado brasileiro nos anos 90: eficiência e privatização? um estudo num hospital público universitário
2003. VII Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. 2

Resumos expandidos em congressos


Resumos em congressos

QUALITY ASSESSMENT OF BRAZILIAN CLINICAL GUIDELINES IN ONCOLOGY
2020. Virtual ISPOR 2020.
TREATMENT OF CERVICAL CANCER IN A TIMELY MANNER: THE INFLUENCE OF THE PLACE OF RESIDENCE OF BRAZILIAN WOMEN IN THE STATE OF MINAS GERAIS
2020. Virtual ISPOR 2020.
PROSTATE CANCER SURVIVAL AND MORTALITY IN 13 YEAR OF RETROSPECTIVE COHORT STUDY IN BRAZIL: COMPETING-RISKS ANALYSIS
2020. Virtual ISPOR 2020.
REGIONAL INEQUALITIES IN CERVICAL CANCER SURVIVAL IN MINAS GERAIS, BRAZIL - PCN187
2020. Virtual ISPOR 2020.
QUALITY OF LIFE ASSOCIATED WITH THE SURVIVAL OF PATIENTS ON DIALYSIS IN BRAZIL: AN 8-YEAR COHORT PUK24
2020. Virtual ISPOR 2020.
Sobrevida e perfil clínico de crianças e adolescentes em terapia renal substitutiva em um centro de nefrologia
2019. Congresso Mineiro de Nefrologia.
Local de residência está associado à sobrevida de mulheres diagnosticadas com câncer do colo do útero? resultados de uma revisão narrativa da literatura
2019. XXVIII Semana de Iniciação Científica - Semana do Conhecimento da UFMG.
Intervalo entre o diagnóstico e início do tratamento em mulheres com câncer do colo do útero no estado de Minas Gerais
2019. XXVIII Semana de Iniciação Científica - Semana do Conhecimento da UFMG.
Existe associação entre local de residência sobrevida de mulheres diagnosticadas com câncer do colo do útero? resultados de uma revisão narrativa da literatura
2019. 8o Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas de Saúde.
Desigualdade na sobrevida de mulheres com câncer do colo do útero: análise das macrorregiões de Minas gerais no período de 2002 a 2015
2019. 8o Congresso Brasileiro de Ciências Sociais e Humanas de Saúde.
Estimativa da cobertura dos centros de atenção psicossocial por região de saúde no Brasil
2018. 12o Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva.
Quality of life os patients with cancer onderoing chemotherapy in Belo Horizonte hospitals
2018. 23rd ISPOR International Meeting.
Avaliação da qualidade de vida na transição entre diálise e transplante renal: estudo de uma coorte de 10 anos de seguimento2018
2018. XXVII Semana de Iniciação Científica da UFMG.
Oferta de cuidado em saúde mental na atenção básica: diferenças entre municípios
2018. 12o Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva.
Tendencia temporal de mortalidade por câncer da próstata no Brasil e regiões: uma análise idade, período e coorte
2018. 12o Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva.
Análise dos custos diretos da assistência oncológica no Sistema Único de Saúde
2018. 12o Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva.
Estadio ao diagnóstico e sobrevida de mulheres com câncer de mama no Brasil: revisão sistemática da literatura
2018. 12o Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva.
Financiamento do SUS e seu arranjo normativo: reflexões sobre o federalismo, modelo assistencial e alocação regional de recursos
2018. 12o Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva.
Analysis of Minimization of Costs of Equivalent Therapeutic Alternatives (ATE) in a General Hospital of Belo Horizonte / MG, Brazil
2018. ISPOR 23rd International Meeting.
One Decade Cost of Cancer Treatment in Brazil and Its Determinants
2018. 23rd ISPOR International Meeting.
Internação hospitalar no primeiro ano após o início do tratamento oncológico pelo Sistema Único de Saúde, em âmbito nacional, entre os anos de 2010 e 2014
2018. 12o Congresso de Saúde Coletiva.
Qualidade de vida de pacientes com câncer em quimioterapia em hospitais de Belo Horizonte
2018. 12o Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva.
Perfil sociodemográfico e clínico de pacientes com câncer de mama em tratamento quimioterápico em hospitais de Belo Horizonte
2017. 3o Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e Gestão em Saúde.
Saúde mental na atenção básica: uma avaliação usando teoria da resposta ao item
2017. 3o Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e Gestão em Saúde.
O financiamento público da saúde: reflexões a partir da realidade declarada por municípios brasileiros entre 2007 e 2015
2017. 3o Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e Gestão em Saúde.
Análise de Qualidade de vida de pacientes com câncer de mama em tratamento quimioterápico em hospitais de Belo Horizonte
2017. XXVI Semana de Iniciação Científica.
Perfis sociodemográficos de mulheres com câncer de mama: diferenças no intervalo entre o diagnóstico e o início do tratamento em Belo Horizonte, MG
2017. 3o Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e Gestão em Saúde.
transferencias federais fundo a fundo a partir de dados declarados pelos municípios brasileiros entre 2007 e 2015
2017. III Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e gestão em saúde.
Qualidade de vida dos pacientes com câncer em tratamento quimioterápico no Sistema Único de Saúde em Belo Horizonte
2017. XXVI Semana de Iniciação Científica.
Safety of Bevacizumab versus no-Bevacizumab treatment used on metastatic colorectal cancer: a systematic review and meta-analysis
2017. The European Cancer Congress.
Ondansetrona versus demais antagonistas de receptor de serotonina em pacientes con cancer em tratamento quimioterápico
2017. III Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e gestão em saúde.
Impacto da criação da rede de atenção para diagnóstico e tratamento dos canceres de colo de útero e mama no Brasil
2017. XXVI Semana de Iniciação Científica.
Comparative effectiveness and safety of monoclonal antibodies (bevacizumab, cetuximab and panitumumab) in the treatment of metastatic colorectal cancer: a systematic review and metanalysis
2017. The European Cancer Congress.
VP53 - Cost-Utility Analysis : Adalimumab Verus Etanercept in RA - Brazil
2017. XIV HTAi Annual Meeting.
Quality of life outcomes of a 12-month-follow-up Brazilian cohort of patients with rheumatic diseases using biological agents [890]
2016. 32nd ICPE.
Análise descritiva de pacientes com câncer de mama diagnosticadas e em tratamento no Sistema Único de Saúde de Belo Horizonte
2016. XXV Semana de Iniciação Científica.
Integration Of Basic Attention To The Specialized Attention Network In Brazil?s Health System
2016. 19th ISPOR Annual European Congress.
The Coordination of Care In Pmaq-Ab: An Analysis Based on The Item Response Theory
2016. 19th ISPOR Annual European Congress.
Perfil epidemiológico de pacientes com cancer colorretal submetidos à quimioterapia em três hospitais de Belo Horizonte, Minas Gerais
2016. XXV Semana de Iniciação Científica da UFMG.
Quality of Life of Patients with Diabetes Mellitus Types 1 and 2 from a Reference Health Care Center in Minas Gerais, Brazil
2016. 32nd International Conference on Pharmacoepidemiology (ICPE).
Survival And Death Risk of Patients With Prostate Cancer Treated In The Brazilian Public Health System
2016. 19th ISPOR Annual European Congress.
Avaliação da cobertura dos centros de atenção psicossocial nas regiões de saúde
2016. XXV Semana de Iniciação Científica da UFMG.
Cost-utility assessment of hemodialysis versus dialysis peritoneal, as treatment initial modality in Brazil: a population base study
2015. ISPOR 20th Annual International Meeting.

Veja todas as publicações no Currículo Lattes

Orientações em andamento

Mestrado

Thiago Henrique Mascarenhas Nébias. Modelos de predição da necessidade de cuidados paliativos para pacientes com câncer em estágio IV. Início: 2019. Universidade Federal de Minas Gerais (Orientador principal)

Doutorado

Daniela Pena Moreira. Mulheres com cancer do colo do útero em Minas Gerais: trajetória e fatores associados ao tempo para o inicio de tratamento e sobrevida. Início: 2019. Universidade Federal de Minas Gerais (Orientador principal)
Thais Piazza de Melo. Variabilidade de condutas terapêuticas em oncologia: avaliação das diretrizes, práticas clínicas e consequências farmacoeconômicas no Brasil. Início: 2018. Universidade Federal de Minas Gerais (Orientador principal)
Mariana Araújo Pena Bastos. Sobrevida e transplante renal e sua associação com a qualidade de vida em pacientes em terapia renal substitutiva no Sistema Único de Saúde. Início: 2017. Universidade Federal de Minas Gerais (Orientador principal)
Ana Cristina de Sousa van Stralen. Construção e validação de escala de escopo de prática de médicos em atenção primária no Brasil. Início: 2017. Universidade Federal de Minas Gerais (Orientador principal)
Hugo Andrté da Rocha. Avaliação da política de saúde mental no Brasil: os diferentes níveis do cuidado. Início: 2017. Universidade Federal de Minas Gerais (Orientador principal)
Felipe Ferré. Mineração de padrões político-partidários em dados administrativos do Sistema Único de Saúde. Início: 2015. Universidade Federal de Minas Gerais (Co orientador)

Veja todas as orientações no Currículo Lattes