DCC - UFMG
+55 31 3409 5860
ciia-saude@dcc.ufmg.br

Janete de Souza Urbanetto


Janete de Souza Urbanetto

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Enfermagem

Collaborating Researcher





Information extracted from Lattes platform


Last update: 2021/05/05


Degrees

Ph.D. Medicina e Ciências da Saúde na Pontificia Univercidade Catolica do Rio Grande do Sul em 2010
M.Sc. Enfermagem na Universidade Federal de Santa Catarina em 2002
B.Sc. Enfermagem na Universidade Federal de Santa Maria em 1990


Current projects

2020 a AtualESTUDO DA CULTURA DE SEGURANÇA DO PACIENTE NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE NO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE
Objetivo Geral: Analisar e contribuir para o desenvolvimento da cultura de segurança do paciente na atenção primária à saúde ao longo de três anos. Trata-se de um estudo de intervenção do tipo pré e pós. O estudo será realizado nos serviços atenção primária à saúde (APS) do município de Porto Alegre em três etapas. O projeto já tem a autorização da Secretaria Municipal de Saúde para seu desenvolvimento, será encaminhado ao Comitê de Ética em Pesquisa da PUCRS e da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre/RS, para aprovação. Resultados esperados: Espera-se conhecer a cultura de segurança dos pacientes/usuários da APS e contribuir com o desenvolvimento de diretrizes que norteiem a formação continuada dos profissionais e usuários dos serviços.
Integrantes: Janete de Souza Urbanetto (coordenador), Andréia da Silva Gustavo, Andrea Gonçalves Bandeira, Ana Laura Olsefer Rotta.
2019 a AtualTeste de usabilidade com desfibrilador externo automático: ensaio clínico randomizado
Objetivo Geral: analisar a usabilidade de desfibrilador externo automático (DEA) com display estático e com display interativo antes e depois de intervenção educativa com grupos de diferentes usuários.
Integrantes: Fernanda Salazar Meira (coordenador), Janete de Souza Urbanetto, Cristiano Dal Forno, EDUARDO GIUGLIANI, EDUARDO CORREA GRIGOLO, JOÃO DE CARVALHO CASTRO, JOSÉ FRANCISCO SECORUN INÁCIO, JULIO CESAR MARQUES DE LIMA, LU ZAO.
2017 a AtualESTUDO DA CULTURA DE SEGURANÇA DO PACIENTE EM INSTITUIÇÃO HOSPITALAR
O projeto visa estudar os fatores que influenciam a cultura de segurança do paciente em hospital universitário ao longo de três anos. O estudo da cultura de segurança com a interface do levantamento da predisposição para a ocorrência de incidentes de segurança e do estresse dos profissionais de enfermagem relacionado ao trabalho, busca contribuir com o diagnóstico e o planejamento de estratégias para o aprimoramento da atenção em saúde, em âmbito hospitalar
Integrantes: Janete de Souza Urbanetto (coordenador), Fernanda Salazar Meira, Maria Cristina Lore Schilling, Andrea Gonçalves Bandeira.
2015 a AtualA Sepse Grave no Contexto Hospitalar e o Conhecimento de Profissionais e Acadêmicos da Área da Saúde e do Público Leigo
Projeto com aprovação CEP/PUCRS (CAAE: 44458215.9.0000.5336) Projeto de pesquisa com o objetivo geral de analisar a Sepse grave no contexto hospitalar e o conhecimento do público leigo. Também possui objetivos Específicos de: Caracterizar o perfil epidemiológico dos pacientes com Sepse Grave; Analisar a associação das comorbidades com os desfechos dos pacientes com Sepse Grave; Analisar a prevalência dos sinais, sintomas e disfunção orgânica; Analisar a adequação (sensibilidade) do ATB administrado na primeira hora nos casos de Sepse Grave; Analisar perfil microbiológico dos pacientes com Sepse Grave; Analisar a adesão dos profissionais ao Protocolo de Sepse Grave; Avaliar os aspectos da não utilização do Protocolo de Sepse Grave; Analisar o conhecimento dos profissionais e acadêmicos da área da saúde quanto o reconhecimento precoce da Sepse Grave e analisar o conhecimento da população leiga referente à sepse. A hipótese deste estudo é a que a Sepse Grave é uma síndrome altamente prevalente tanto nos pacientes atendidos na emergência, quanto nos pacientes hospitalizados e que é necessário aprimorar as estratégias para melhorar o conhecimento dos profissionais e acadêmicos da área da saúde e do público leigo relacionado a esta síndrome. Os benefícios deste estudo estão relacionados ao reconhecimento e tratamento precoce da síndrome Sepse Grave, resultando em melhores desfechos para os pacientes. Para os profissionais e estudantes a contribuição para o planejamento de estratégias para o ensino e educação permanente em serviço. Não há risco previsto no estudo. O desfecho primário esperado é a realização de um diagnóstico relacionado a Sepse Grave no ambiente hospitalar e o desfecho secundário esperado é o diagnóstico do conhecimento dos profissionais estudantes e público leigo relacionado a sepse grave. O projeto de pesquisa tem delineamento transversal alinhado em um coorte, que será desenvolvido por um período de cinco anos..
Integrantes: Janete de Souza Urbanetto (coordenador), Miriane Melo Silveira Moretti, Fabiano Ramos, Leticia Gomes Lobo.
2015 a AtualAvaliação da relação da ocorrência de flebite com a retirada rotineira ou por indicação clínica do cateter intravenoso periférico
Estudo prospectivo, do tipo Ensaio Clínico Randomizado, controlado e cego, com adultos hospitalizados e em uso de cateter intravenoso periférico, nas unidades de internação do Hospital São Lucas da PUCRS. Apresentação do Projeto: Objetivo Geral Analisar a relação da retirada rotineira a cada 72-96 horas do cateter intravenoso periférico (CIP) e a retirada quando do surgimento de sinais clínicos preditores da ocorrência de flebite em adultos hospitalizados
Integrantes: Janete de Souza Urbanetto (coordenador), Carlos Eduardo Poli de Figueiredo.
2015 a AtualAvaliação do risco para úlceras por pressão em pacientes pediátricos hospitalizados
Projeto Aprovado CEP PUCRS (CAAE: 36695714.2.0000.5336) RESUMO Objetivos: Estudo com o objetivo geral de avaliar a capacidade de predição da Escala Braden Q quanto a ocorrência de úlceras por pressão em crianças hospitalizadas. Tem como objetivos específicos: identificar a classificação de risco para o desenvolvimento para úlcera por pressão, conforme a Escala Braden Q; identificar os fatores relacionados as úlceras por pressão; analisar o perfil clínico e sociodemográfico dos pacientes com o risco para o desenvolvimento de úlceras por pressão; identificar a ocorrência de úlceras por pressão em crianças hospitalizadas e avaliar a associação entre o risco e a ocorrência de úlceras por pressão em crianças hospitalizadas. Método: Estudo de Coorte que será desenvolvido nas unidades de emergência pediátrica, internação pediátrica e intensivismo pediátrico do HSL/PUCRS. A população do estudo será composta de pacientes pediátricos, com idade ≥ a um mês de vida até idade até 14 anos, internados em um serviço de emergência pediátrica, na internação pediátrica e na unidade de intensivismo pediátrico do HSL/PUCRS. Serão englobados na amostra desta pesquisa todos os pacientes hospitalizados nas unidades anteriormente citadas, que aceitarem participar da pesquisa, após sua aprovação, por um período de dois anos, em função da baixa incidência deste agravo (UP) em crianças. Estimase uma amostra de 4500 pacientes pediátricos. A coleta será iniciada nas primeiras 24h de internação, utilizando um instrumento de coleta, com base na Escala de Braden Q, avaliação da criança e coleta em prontuário. A análise dos dados será realizada por meio da estatística descritiva e inferencial. A predição de risco será realizada pela aplicação da Curva ROC. O projeto de pesquisa será analisado pela Comissão Científica da Faculdade de Enfermagem, Nutrição e Fisioterapia (FAENFI), e, posteriormente, ao Comitê de Ética da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, para aprovação e consequente coleta de dados. Será direito dos pacientes envolvidos na pesquisa o sigilo com relação à sua identidade, sendo que cada responsável pela criança assinará um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, que conterá a explicação do caráter da pesquisa e a criança com condições de opinar assinará o termo de assentimento. Resultados Esperados: Esperase que por meio deste estudo, analisar o perfil das crianças hospitalizadas quanto ao risco para o desenvolvimento de UP, por meio da utilização da Escala Braden Q, ainda pouco conhecida e com poucas evidências de sua capacidade de predição de risco em nosso país. Também se espera contribuir com as unidades de atenção à criança do HSL/PUCRS, no sentido de qualificação do processo assistencial e conhecimento dos fatores de risco para o desenvolvimento de UP..
Integrantes: Janete de Souza Urbanetto (coordenador), Beatriz Sebben Ojeda.
2013 a AtualAvaliação do grau de dependência de cuidado dos pacientes em Hemodiálise
Tradução e adaptação do Instrumento de avaliação de dependência y riesgo, em unidades de hemodiálisis (CUDYR DIAL), para a língua portuguesa do Brasil..
Integrantes: Ana Elisabeth Prado Figueiredo (coordenador), Janete de Souza Urbanetto, Silvia Barrios Araya, Maria Isabel Catoni.

Current applied research projects

See all projects in Lattes

Recent publications

Articles in journals

Análise da concordância entre prontuário eletrônico e notificações no registro de quedas: estudo de coorte
2020. RESEARCH, SOCIETY AND DEVELOPMENT.
The environment of the nursing team's professional practice in inpatient units of a university hospital
2020. REVISTA GAÚCHA DE ENFERMAGEM.
Associação dos fatores demográficos e clínicos com a gravidade e desfecho da sepse
2020. RESEARCH, SOCIETY AND DEVELOPMENT.
Factors contributing to the incident occurrence of security related to drug use in intensive care
2020. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental (Online).
National Early Warning Score 2: transcultural adaptation to Brazilian Portuguese
2020. REVISTA GAÚCHA DE ENFERMAGEM.
Estresse e sobrepeso/obesidade em estudantes de enfermagem
2019. Revista Latino-Americana de Enfermagem.
Associação dos fatores demográficos, clínicos e do manejo terapêutico no desfecho de pacientes sépticos atendidos em uma emergência hospitalar
2019. Revista de Enfermagem da UFSM.
Sepse e IAM: conhecimento da população frequentadora de parques e acompanhantes de pacientes
2019. REVISTA GAÚCHA DE ENFERMAGEM.
Analysis of risk factors for falls among institutionalized elderly persons
2019. REVISTA BRASILEIRA DE GERIATRIA E GERONTOLOGIA.
Adaptação transcultural e validação da National Early Warning Score 2 para o Brasil
2018. Revista de Enfermagem UFPE on line.
Los incidentes relacionados con la terapia de medicamentos: la percepción de los profesionales de enfermería
2018. EVIDENTIA (GRANADA).
Risk assessment and incidence of falls in adult hospitalized patients
2017. Revista Latino-Americana de Enfermagem.
Incidência de flebite e flebite pós-infusional em adultos hospitalizados
2017. REVISTA GAÚCHA DE ENFERMAGEM.
Atualização em Segurança do paciente. Aula 7: Cultura da Segurança do Paciente
2017. REVISTA SUL-BRASILEIRA DE ENFERMAGEM.
Perfil de risco de queda de idosos internados em uma unidade de internação geriátrica de um hospital universitário do município de Porto Alegre
2017. RBCEH. REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS DO ENVELHECIMENTO HUMANO.
Fatores de risco para o desenvolvimento da flebite: revisão integrativa da literatura
2017. Revista Gaúcha de Enfermagem (UFRGS).
Incidence of phlebitis associated with the use of peripheral IV catheter and following catheter removal
2016. Revista Latino-Americana de Enfermagem (Online).
Determining nurse staffing for peritoneal dialysis care
2016. Nephrology Nursing Journal.
Tradução e adaptação para o português do instrumento avaliação de paciente em hemodiálise - CUDYR-DIAL
2016. Revista Gaúcha de Enfermagem (Online).
Análise da capacidade de predição de risco e validade da Morse Fall Scale versão brasileira
2016. Revista Gaúcha de Enfermagem (Online).
Análise de fatores de risco de queda em idosos internados em um hospital terciário no sul do Brasil
2016. Revista Brasileira de Ciências do Envelhecimento Humano.
Processo de trabalho em enfermagem: gerenciamento das relações interpessoais
2004. Revista Brasileira de Enfermagem (Impresso).

Papers in conferences

Fall Detection in EHR using Word Embeddings and Deep Learning
2019. 2019 IEEE 19th International Conference on Bioinformatics and Bioengineering (BIBE).

Extended abstracts in conferences

Incidência de quedas em pacientes clínicos e cirúrgicos hospitalizados em um hospital universitário
2013. 65 CBEn - Congresso Brasileiro de Enfermagem.
Tradução e adaptação transcultural da Morse Fall Scale para a língua portuguesa
2013. 65 CBEn - Congresso Brasileiro de Enfermagem.
Associação da Morse Fall Scale com a ocorrência de quedas em adultos hospitalizados: estudo preliminar
2013. 65 CBEn - Congresso Brasileiro de Enfermagem.
Eventos adversos relacionados a medicamentos: percepção de técnicos/auxiliares de enfermagem
2012. IV Fórum Internacional sobre Segurança do Paciente: Erros de Medica.
Comparando os efeitos da utilização da papaína e do age em lesões Cutâneas: estudo experimental
2012. 64º Congresso Brasileiro de Enfermagem.

Abstracts in conferences

Estudo do risco de quedas e a dependência para o cuidado de enfermagem em pacientes hospitalizados
2019. II CONGRESSO INTERNACIONAL DA REDE BRASILEIRA DE ENFERMAGEM E SEGURANÇA DO PACIENTE - II CIREBRAENSP.
Detecção automática de quedas em prontuários eletrônicos de um hospital terciário: estudo preliminar
2019. II CONGRESSO INTERNACIONAL DA REDE BRASILEIRA DE ENFERMAGEM E SEGURANÇA DO PACIENTE - II CIREBRAENSP.
Ensino da segurança do paciente na graduação em enfermagem: um relato de experiência
2019. II CONGRESSO INTERNACIONAL DA REDE BRASILEIRA DE ENFERMAGEM E SEGURANÇA DO PACIENTE - II CIREBRAENSP.
Análise das notificações e registros em prontuários de pacientes que tiveram mais de uma queda em um hospital terciário: estudo preliminar
2019. II CONGRESSO INTERNACIONAL DA REDE BRASILEIRA DE ENFERMAGEM E SEGURANÇA DO PACIENTE - II CIREBRAENSP.
Cultura de segurança do paciente relacionado à predisposição de eventos adversos em UTI e emergência: estudo preliminar
2019. II CONGRESSO INTERNACIONAL DA REDE BRASILEIRA DE ENFERMAGEM E SEGURANÇA DO PACIENTE - II CIREBRAENSP.
Trajetória do Grupo Interdisciplinar de Pesquisa em Segurança do Paciente
2019. II CONGRESSO INTERNACIONAL DA REDE BRASILEIRA DE ENFERMAGEM E SEGURANÇA DO PACIENTE - II CIREBRAENSP.
Fatores de risco para quedas em idosos hospitalizados a partir de Morse Fall Scale ? Versão Brasileira
2019. II CONGRESSO INTERNACIONAL DA REDE BRASILEIRA DE ENFERMAGEM E SEGURANÇA DO PACIENTE - II CIREBRAENSP.
Ocorrência de Quedas em Idosos Institucionalizados a partir De Morse Fall Scale ? Versão Brasileira
2019. II CONGRESSO INTERNACIONAL DA REDE BRASILEIRA DE ENFERMAGEM E SEGURANÇA DO PACIENTE - II CIREBRAENSP.
Análise da ocorrência de flebite em idosos hospitalizados
2019. II CONGRESSO INTERNACIONAL DA REDE BRASILEIRA DE ENFERMAGEM E SEGURANÇA DO PACIENTE - II CIREBRAENSP.
National Early Warning Score 2: Adaptação Transcultural para o Brasil
2019. II CONGRESSO INTERNACIONAL DA REDE BRASILEIRA DE ENFERMAGEM E SEGURANÇA DO PACIENTE - II CIREBRAENSP.
Risco para quedas em idosos institucionalizados: resultados preliminares
2016. VII Seminário Interno de Avaliação da Iniciação Científica/2016.
Conhecimento do público leigo acerca da sepse
2016. I Congresso Internacional da REBRAENSP.
Associação dos fatores demográficos, clínicos e de condutas assistenciais no desfecho do paciente com sepse
2016. I Congresso Internacional da REBRAENSP.
A sepse grave no contexto hospitalar e o conhecimento de profissionais e do público leigo
2016. I Congresso Internacional da REBRAENSP.
Relato de experiência: simulação realística como método de aprendizagem
2016. I Congresso Internacional da REBRAENSP.
Riscos relacionados ao uso de polifarmácia na internação hospitalar
2016. I CONGRESSO INTERNACIONAL DA REBRAENSP.
Análise da capacidade de predição do risco de quedas pela Morse Fall Scale versão brasileira
2016. I Congresso Internacional da REBRAENSP.
Analise do uso de medicamentos psicoativos e o risco de quedas
2016. I CONGRESSO INTERNACIONAL DA REBRAENSP.
Relato de experiência: simulação realística como método de aprendizagem
2016. I Congresso Internacional da Rede Brasileira de Enfermagem e Segurança do Paciiente - REBRAENSP.
Avaliação da relação da ocorrência de flebite com a retirada rotineira ou por indicação clínica do cateter intravenoso periférico
2016. I Congresso Internacional da REBRAENSP.

See all publications in Lattes

Current students

MS

Danieli Mota da Silva Radu. modo e o efeito de falhas no processo de comunicação eficaz e efetiva ao paciente, família e equipes interprofissional. Início: 2020. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Orientador principal)
Renata Martins da Silva. Estudo o uso de hipodermóclise em idosos hospitalizados. Início: 2020. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Orientador principal)
Amanda Pestana da Silva. Detecção automática do risco de quedas relacionado ao uso de medicamentos em pacientes adultos e idosos hospitalizados. Início: 2019. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Orientador principal)
Jéssica de Borba Sparremberger Vitt. Adaptação Transcultutral da Phlebitis Scale para o Brasil. Início: 2019. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Orientador principal)

PhD

Thiana Sebben Pasa. Análise do processo de prevenção de quedas por meio do Healthcare Failure Mode and Effect Analysis(HFMEA). Início: 2019. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Orientador principal)
Ana Paula Amestoy de Oliveira. Validação do NATIONAL EARLY WARNING SCORE 2. Início: 2019. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Orientador principal)
Pedro Henrique Deon. Adaptação transcultural e a validação do The Stroke Selt-Efficacy Questionnarie para o português ? Versão Português do Brasil. Início: 2018. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Co orientador)
Leonardo Henrique Grigolo Carrabba. Análise da aplicabilidade do IQCODE e sua relação com os Diagnósticos de Enfermagem Confusão Aguda e Crônica e Risco para confusão em idosos internados em um Hospital Escola do Sul do Brasil. Início: 2018. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Orientador principal)

See all students in Lattes