DCC - UFMG
+55 31 3409 5860
ciia-saude@dcc.ufmg.br

Gisely Cardoso de Melo


Gisely Cardoso de Melo

Universidade do Estado do Amazonas
Medicina

Pesquisador associado





Informações resumidas do Currículo Lattes


Currículo Lattes atualizado em 03/05/2021

Nome em citações bibliográficas: MELO, Gisely Cardoso de;Melo, Gisely C;Gisely Cardoso Melo;CARDOSO MELO, GISELY;MELO, GISELY C.;DE MELO, GISELY CARDOSO;MELO, GISELY;DE MELO, GISELY C.;C. MELO, GISELY;MELO, GISELY CARDOSO;CARDOSO DE MELO, GISELY;MELO, G. C.


Formação acadêmica

Doutorado em Medicina Tropical na Universidade do Estado do Amazonas em 2014
Mestrado em Medicina Tropical na Universidade do Estado do Amazonas em 2009
Graduado em Farmácia Bioquímica na Universidade Estadual de Maringá em 2004


Projetos de pesquisa em andamento

2020 a AtualEstudo de fase II para avaliação da segurança e tolerabilidade da primaquina para a cura radical da malária não complicada causada por Plasmodium vivax em crianças (Estudo CHILDPRIM)
Em todo o mundo, apesar da primaquina ser recomendada para o tratamento radical da malária por P. vivax, em crianças acima de 6 meses de idade, existem poucos estudos que avaliaram a segurança dessa droga nessa população vulnerável, que ainda representa ~30% dos casos de malária na Amazônia Brasileira. No Brasil, a dose de primaquina recomendada pelo Ministério da Saúde é de 0,5mg/kg/dia por 7 dias, esquema diferente do recomendado habitualmente pela Organização Mundial da Saúde (0,25mg/kg/dia por 14 dias). Tampouco o esquema recomendado pelo CDC foi avaliado em faixa pediátrica (0,5mg/kg/dia por 14 dias). Pretende-se no estudo CHILDPRIM realizar um estudo de segurança do uso de primaquina em diferentes regimes. Isso permitirá a adoção mais segura dessa medicação, decisiva ainda para o tratamento radical e eventual eliminação da malária vivax, tendo em vista que o registro da tafenoquina nessa população ainda não é uma realidade.
Integrantes: Maria das Graças Costa Alecrim (coordenador), Gisely Cardoso de Melo, Wuelton Marcelo Monteiro, Marcus Vinícius Guimarães de Lacerda, MARLY MARQUES MELO, COSTA, MONICA REGINA FARIAS, Allyson Guimarães da Costa, VAL, FERNANDO ALMEIDA, Ana Luiza Opromola Pacheco, Erich Vinícius de Paula, osé Luiz Fernandes Vieira.
2020 a AtualEstudo de fase IIb para avaliar eficácia e segurança de succinato sódico de metilprednisolona injetável no tratamento de pacientes com sinais de síndrome respiratória aguda grave, no âmbito do novo coronavírus (SARS-CoV2): um ensaio clínico, duplo-cego
Estudo de fase IIb para avaliar eficácia e segurança de succinato sódico de metilprednisolona injetável no tratamento de pacientes com sinais de síndrome respiratória aguda grave, no âmbito do novo coronavírus (SARS-CoV2): um ensaio clínico, duplo-cego, randomizado, controlado com placebo. Ensaio clínico, duplo-cego, randomizado, controlado com placebo sobre a eficácia e segurança do uso de succinato sódico de metilprednisolona (SMP) injetável em pacientes com síndrome respiratória aguda grave (SRAG) no âmbito de COVID-19. Um total de 420 indivíduos de ambos os sexos, acima de 18 anos, com sintomas sugestivos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG), ou com diagnóstico de SRAG, hospitalizados no Hospital e ProntoSocorro Delphina Rinaldi Abdel Aziz (HPSDRAA), com suspeita clínica e radiológica de SARSCoV2, serão randomizados em dois grupos de tratamento, na razão de 1:1, um com SMP (0,5mg/kg de peso de 12h em 12h, por 5 dias) e outro com placebo (solução de salina sem princípio ativo de 12h em 12h por 5 dias).
Integrantes: marcus lacerda (coordenador), Gisely Cardoso de Melo, Wuelton Marcelo Monteiro, S. SAMPAIO, VANDERSON, BAIA DA SILVA, DJANE C., DE BRITO SOUSA, JOSÉ DIEGO, XAVIER, MARIANA SIMÃO, PIVOTO, GUILHERME, VAL, FERNANDO ALMEIDA, Ludhmila Abrahão Hajjar, Izabella Safe Lacerda.
2020 a AtualEstudo de fase IIb para avaliar eficácia e segurança do difosfato de cloroquina no tratamento de pacientes com comorbidades, sem síndrome respiratória grave, no âmbito do novo coronavírus (SARS-CoV2): um ensaio clínico, duplo-cego, randomizado, controlad
Ensaio clínico, duplo-cego, randomizado, controlado com placebo. Um total de 210 indivíduos de ambos os sexos, acima de 18 anos, sem diagnóstico de doença respiratória grave, que procurarem o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Delphina Rinaldi Abdel Aziz (HPSDRAA) com suspeita clínica e radiológica de SARS-CoV2, serão randomizados em dois grupos de tratamento, na razão de 1:1, um com difosfato de CQ e outro com placebo (comprimido sem princípio ativo produzido com as mesmas características físicas).
Integrantes: Marcus Vinícius Guimarães de Lacerda (coordenador), Gisely Cardoso de Melo, Wuelton Marcelo Monteiro, Marcia Almeida Araujo Alexandre, BRITO, MARCELO AM, S. SAMPAIO, VANDERSON, BAÍA-DA-SILVA, DJANE, XAVIER, MARIANA SIMÃO, VAL, FERNANDO ALMEIDA, Ludhmila Abrahão Hajjar, JOSE DIEGO BRITO, Esper Kalas, Ho Yeh Li.
2020 a AtualIdentificação de assinaturas moleculares para o estudo prognóstico de pacientes com sinais de síndrome respiratória aguda grave causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV2) - EDITAL N. 005/2020 - PCTI-EMERGESAÚDE - AM
Apesar do aumento das ameaças globais do COVID-19, a resposta do hospedeiro contra a infecção por SARS-CoV-2 e os fatores associados a gravidade permanecem pouco compreendidos. Os estudos de biologia de sistemas oferecem uma maneira de revelar os componentes celulares individuais (proteínas, lipídios, metabólitos) que são modulados ao longo da infecção, podendo, dessa forma oferecer uma melhor compreensão das interações patógeno-hospedeiro5. Em geral, as respostas celulares impulsionadas por proteínas após a infecção podem favorecer a liberação ou disseminação viral. Portanto, a obtenção do perfil de proteínas totais isoladas de células infectadas ao longo da infecção pode fornecer informações sobre mecanismos moleculares subjacentes de patogenicidade e potencialmente destacar alvos para intervenção farmacológica6 e entendimento do prognóstico dos pacientes. Além disso, diferentes metabólitos celulares desempenham funções importantes durante respostas antivirais, como sinalização, início ou resolução de inflamação, vem como aspectos da imunidade adquirida7. Portanto, os níveis de metabólitos podem ser definidos entre os estados saudáveis e os da doença, não apenas para entender os gatilhos da mudança, mas também para descobrir possíveis biomarcadores nos estágios iniciais ou de gravidade da doença. Assim, análises do perfil transcricional, caracterizando os principais tipos celulares envolvidos por meio de single-cell RT-PCR (sc-RT-PCR) e metabolômica de células após infecção por SARS-CoV-2 são extremamente úteis para identificar a dinâmica da resposta do hospedeiro e as redes reguladoras de expressão gênica. Manaus vem se apresentando como um dos municípios com maior incidência de COVID-19 no país. O objetivo deste projeto é identificar marcadores moleculares preditores da gravidade em indivíduos com síndrome respiratória aguda, no âmbito do novo coronavírus (SARS-CoV2), como potencial emprego como biomarcadores para o manejo adequado destes pacientes..
Integrantes: Wuelton Marcelo Monteiro (coordenador), Gisely Cardoso de Melo, Marcus Vinícius Guimarães de Lacerda, SAMPAIO, VANDERSON SOUZA, BAÍA-DA-SILVA, DJANE CLARYS, DE ALMEIDA E VAL, FERNANDO FONSECA.
2020 a AtualEstudo de fase I, de centro único, randomizado, aberto, com grupos paralelos, para avaliação farmacocinética do uso de artesunato- mefloquina em associação com primaquina e tafenoquina
A terapia combinada com artemisina (ACT) produzida no Brasil por Farmanguinhos é artesunato/mefloquina (ASMQ). Tem igual ação sobre P. vivax e P. falciparum. A interação droga a droga com primaquina e tafenoquina é ainda desconhecida. Caso não haja importante interação, as drogas poderão ser utilizadas de forma combinada para o tratamento de ambos tipos de malária, o que representa um grande avanço no tratamento dessa doença, em áreas em que ambas espécies circulam. Pretende-se no Estudo Amino realizar um estudo de fase I com pessoas saudáveis hospitalizadas, com foco na farmacocinética das drogas de estudo e detecção de eventuais eventos adversos.
Integrantes: LACERDA, MARCUS VINICIUS GUIMARÃES (coordenador), Gisely Cardoso de Melo, Wuelton Marcelo Monteiro, BASSAT, QUIQUE, SIQUEIRA, ANDRE M., BALIEIRO, ANTONIO ALCIRLEY SILVA, XAVIER, MARIANA SIMÃO, VAL, FERNANDO ALMEIDA, Ariandra Guerini Sartim, Joel Tarning, Suiane da Costa Negreiros do Valle.
2020 a AtualIdentificação de assinaturas metabolômicas associadas ao carreamento de hipnozoítos em Plasmodium vivax (HIPNOPRINT)
Em pacientes acompanhados em uma instituição de referência, com recaída verdadeira, de forma bem caracterizada por informações epidemiológicas e marcadores moleculares, pretende-se buscar em sangue periférico a presença de biomarcadores, bem como em amostras não-invasivas, como urina, saliva e imprint de pele, por meio de abordagem metabolômica. A identificação de tais marcadores permitirá a realização de inquéritos de campo, em um cenário de eliminação da doença, evitando assim a administração em massa de drogas, o que pode não ter boa aceitação pela população.
Integrantes: COSTA, FABIO TRINDADE MARANHÃO (coordenador), Gisely Cardoso de Melo, Wuelton Marcelo Monteiro, Marcus Vinícius Guimarães de Lacerda, SAMPAIO, VANDERSON S.
2019 a AtualPRO-ESTADO - BUSCANDO A EXCELÊNCIA NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA TROPICAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS/FUNDAÇÃO DE MEDICINA TROPICAL DR. HEITOR VIEIRA DOURADO
O Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical (PPGMT), área de concentração Doenças Tropicais e Infecciosas, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) funciona em convênio amplo com a Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD). Apresenta caráter interdisciplinar e multiprofissional, constituindo-se em espaço acadêmico para formação de mestres e doutores. Trata-se de um dos dois únicos programas de pós-graduação em Medicina Tropical/Doenças Infecciosas da Região Norte do Brasil. Trata-se de um dos dois únicos programas de pós-graduação em Medicina Tropical/Doenças Infecciosas da Região Norte do Brasil. Com uma única área de concentração em Doenças Tropicais e Infecciosas, apresenta caráter interdisciplinar e multiprofissional, constituindo-se em espaço acadêmico para formação de mestres e doutores. A parceria da UEA com uma instituição de pesquisa (FMT-HVD), que também é parte do Sistema Único de Saúde (SUS), permite uma permanente retroalimentação das linhas e prioridades de pesquisa, com base na carga das doenças. Ou seja, a pesquisa aplicada que é desenvolvida no PPGMT é uma resposta aos principais problemas de saúde pública relacionados com doenças infecciosas, no Estado do Amazonas, colaborando de forma muito direta para o seu controle ou resolução. Conforme ressaltado na Avaliação Quadrienal CAPES 2013-2016, o PPGMT apresenta impacto regional muito relevante para o desenvolvimento das atividades de ensino superior e pesquisa, sendo que suas atividades do Programa contribuíram para a nucleação de 3 outros Programas no Estado do Amazonas. A meta do grupo é clara, ou seja, de elevar seu conceito na próxima avaliação quadrienal, sendo o primeiro curso com Conceito 6 na Região Amazônica. Para atingir excelência estadual, regional e nacional, esta proposta é uma iniciativa para manter, do ponto de vista financeiro, as atividades referentes acadêmicas de uma forma global, envolvendo recursos para formação de redes de colaboração com pesquisadores nacionais e internacionais, desenvolvimento de pesquisas clínicas e de laboratório e para divulgação de resultados científicos na forma de artigos, em revistas de alto prestígio.
Integrantes: Wuelton Marcelo Monteiro (coordenador), Gisely Cardoso de Melo, Stefanie Costa Pinto Lopes, Marcus Vinícius Guimarães de Lacerda, Alecrim, Maria das Graças Costa, Luiz Carlos de Lima Ferreira, RAMASAWMY, RAJENDRANATH, SAMPAIO, VANDERSON DE SOUZA, Maria das Graças Vale Barbosa Guerra, Jorge Augusto de Oliveira Guerra, VAL, FERNANDO FONSECA ALMEIDA, Allyson Guimarães da Costa, SACHETT, JACQUELINE ALMEIDA GONÇALVES, CORDEIRO-DOS-SANTOS, MARCELO, Adele Schwartz Benzaken, Paulo Filemon Paolucci Pimenta.
2019 a AtualManutenção da infraestrutura da Plataforma multi-usuário de Biologia Molecular
Dessa forma, esta proposta tem por finalidade a aquisição de financiamento específico para a manutenção de um Real time PCR 7500, 2 termocicladores Veriti bloco com 96 poços e um fluxo laminar veco CFLV-9 da Plataforma multiusuário de biologia molecular do IPCCB da FMT-HVD. Esses equipamento vão atender os pesquisadores da Universidade do Estado do Amazonas, e x x e e disponibilizado o para treinamento e atendimento a toda comunidade científica amazonense. Dessa maneira, o pioneirismo do IPCCB necessita de amparo e suporte para a manutenção e optimização de funcionamento do equipamento em questão. Foco importante será dado para a utilização do equipamento pelos estudantes de programas de pós-graduação, em especial aos alunos do Programa de Pós-graduação em Medicina Tropical, Conceito 5 CAPES, para que os mesmos possam utilizar esses equipamentos para o melhor desenvolvimento de suas pesquisas. Destarte, esperamos contribuir para tornar os laboratórios de pesquisa do Estado do Amazonas tão bem equipados e atualizados quanto os das melhores instituições internacionais.
Integrantes: Wuelton Marcelo Monteiro (coordenador), Gisely Cardoso de Melo, Marcus Vinícius Guimarães de Lacerda, Djane Clarys Baia da Silva.
2019 a AtualUNIVERSAL AMAZONAS - EFEITOS DOS CENÁRIOS CLIMÁTICOS FUTUROS SOBRE O CICLO DE VIDA E INFECCIOSIDADE DE Anopheles aquasalis (DIPTERA: CULICIDAE) À Plasmodium vivax
O presente trabalho visa compreender o comportamento do vetor e do agente etiológico perante as alterações do clima, prognosticadas pelos cenários climáticos utilizando-se três cenários previstos pelo IPCC - AR5 (Cenário de mitigação rigoroso-RCP2.6, Cenários intermediários-RCP4.5 e Cenário com emissões muito altas RCP8.5), um cenário atual (baseado em variações que seguirão em tempo real às condições naturais externas, coletadas por sensores especialmente instalados na floresta) e um ambiente comparativo onde espécies de Anopheles aquasalis se mantém em condição de colonização e cujos aspectos de interação Plasmodium-vetor são relatados na literatura. Procederemos este projeto em duas diferentes etapas. Na primeira fase analisaremos o efeito climático no fitness reprodutivo e na longevidade de dez gerações de Anopheles aquasalis em distintas condições climáticas simuladas (cenários RCP 2.6, RCP4.5, RCP8.5, controle e condições de insetário), já na segunda fase analisaremos o efeito das diferenças climáticas na infecção de An. aquasalis com Plasmodium vivax, analisando também a expressão de genes imunes associados a resposta ao parasito em diferentes condições climáticas após 5 e 10 dias da infecção comparando com as condições de criação em laboratório.
Integrantes: Wuelton Marcelo Monteiro (coordenador), Gisely Cardoso de Melo, Marcus Vinícius Guimarães de Lacerda, Maria das Graças Vale Barbosa Guerra, VAL, FERNANDO ALMEIDA, Adalberto Val, Paulo Filemon Paolucci Pimenta, Djane Clarys Baia da Silva, Wilsandrei Cella.
2019 a AtualPRO-ESTADO - BUSCANDO A EXCELÊNCIA NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA TROPICAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS/FUNDAÇÃO DE MEDICINA TROPICAL DR. HEITOR VIEIRA DOURADO
Conforme ressaltado na Avaliação Quadrienal CAPES 2013-2016, o PPGMT apresenta impacto regional muito relevante para o desenvolvimento das atividades de ensino superior e pesquisa, sendo que suas atividades do Programa contribuíram para a nucleação de 3 outros Programas no Estado do Amazonas. Para atingir excelência estadual, regional e nacional, esta proposta é uma iniciativa para manter, do ponto de vista financeiro, as atividades referentes acadêmicas de uma forma global, envolvento recursos para formação de redes de colaboração com pesquisadores nacionais e internacionais, desenvolvimento de pesquisas clínicas e de laboratório e para divulgação de resultados científicos na forma de artigos, em revistas de alto prestígio. O objetivo deste projeto é aumentar a produtividade e competitividade na capacitação de profissionais para o exercício de prática profissional avançada, transferência de conhecimento para a sociedade, articulação da formação profissional com a necessidade de organizações públicas ou privadas, para atingir excelência acadêmica em nível estadual, regional e nacional.
Integrantes: Wuelton Marcelo Monteiro (coordenador), Gisely Cardoso de Melo, Marcus Vinícius Guimarães de Lacerda, Alecrim, Maria das Graças Costa, Luiz Carlos de Lima Ferreira, SAMPAIO, VANDERSON DE SOUZA, Maria das Graças Vale Barbosa Guerra, Allyson Guimarães da Costa, VAL, FERNANDO ALMEIDA, SACHETT, JACQUELINE A.G., CORDEIRO-DOS-SANTOS, MARCELO, Paulo Filemon Paolucci Pimenta.
2019 a AtualCOMUNICAÇÃO EFICIENTE DE RESULTADOS DE PESQUISA: PROPOSTA PARA A CONSOLIDAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA TROPICAL DA UEA/FMT-HVD - PAPAC 2019
O objetivo desta proposta é aumentar a produtividade e competitividade na capacitação de profissionais para o exercício de prática profissional avançada, transferência de conhecimento para a sociedade, articulação da formação profissional com a necessidade de organizações públicas ou privadas, para atingir excelência acadêmica em nível estadual, regional e nacional. Com isso, pretende-se: 1. Publicação de ao menos 10 artigos científicos, com dados originados de trabalhos de conclusão de mestrado e doutorado, em revistas de alto impacto científico; 2. Divulgação dos dados de pesquisa em Medicina Tropical gerados na Amazônia para a comunidade científica global; 3. Aumentar a produtividade dos pesquisadores locais, em termos de publicação científica e captação de recursos; 4. Formar profissionais de alto nível para a Região Amazônica.
Integrantes: Wuelton Marcelo Monteiro (coordenador), Gisely Cardoso de Melo, Marcus Vinícius Guimarães de Lacerda, maria graças vale barbosa, Alecrim, Maria das Graças Costa, DE SOUZA SAMPAIO, VANDERSON, Luiz Carlos de Lima Ferreira, DE ALMEIDA GONÇALVES SACHETT, JACQUELINE, CORDEIRO-DOS-SANTOS, MARCELO.

Projetos de desenvolvimento em andamento

Veja todos os projetos no Currículo Lattes

Últimas publicações

Artigos em periódicos

Pathological findings and morphologic correlation of the lungs of autopsied patients with SARS-CoV-2 infection in the Brazilian Amazon using transmission electron microscopy
2021. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. REVISTA.
Mortality outcomes with hydroxychloroquine and chloroquine in COVID-19 from an international collaborative meta-analysis of randomized trials
2021. Nature Communications.
Performance of a sensitive haemozoin-based malaria diagnostic test validated for vivax malaria diagnosis in Brazilian Amazon
2021. MALARIA JOURNAL.
Association of cfDNA levels and Bothrops envenomation
2021. TOXICON.
Covid-19 Automated Diagnosis and Risk Assessment through Metabolomics and Machine Learning
2021. ANALYTICAL CHEMISTRY.
An Ultra-Sensitive Technique: Using Pv-mtCOX1 qPCR to Detect Early Recurrences of Plasmodium vivax in Patients in the Brazilian Amazon
2021. PATHOGENS.
Bee sting envenomation severe cases in Manaus, Brazilian Amazon: clinical characteristics and immune markers of case reports
2021. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. REVISTA.
Plasma-derived extracellular vesicles from Plasmodium vivax patients signal spleen fibroblasts via NF-kB facilitating parasite cytoadherence
2020. Nature Communications.
Anopheles control is considerably more complicated than Aedes control
2020. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. REVISTA.
Driving forces for strengthening the surveillance of Chagas disease in the Brazilian Amazon by -training the eyes- of malaria microscopists
2020. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. REVISTA.
Effect of High vs Low Doses of Chloroquine Diphosphate as Adjunctive Therapy for Patients Hospitalized With Severe Acute Respiratory Syndrome Coronavirus 2 (SARS-CoV-2) Infection
2020. JAMA Network Open.
Driving forces for COVID-19 clinical trials using chloroquine: the need to choose the right research questions and outcomes
2020. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. REVISTA.
Influence of CYP2C8 , CYP3A4 and CYP3A5 host genotypes on early recurrence of Plasmodium vivax
2020. ANTIMICROBIAL AGENTS AND CHEMOTHERAPY.
Pharmacogenomics of thiopurines
2020. Pharmacogenetics and Genomics.
Computational chemogenomics drug repositioning strategy enables the discovery of Epirubicin as a new repurposed hit for P. falciparum and P. vivax
2020. ANTIMICROBIAL AGENTS AND CHEMOTHERAPY.
Confirmed Invasive Pulmonary Aspergillosis and COVID-19: the value of postmortem findings to support antemortem management
2020. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. REVISTA.
Use of a NAT-based assay to improve the surveillance system and prevent transfusion-transmitted malaria in blood banks
2020. MALARIA JOURNAL.
Methylprednisolone as Adjunctive Therapy for Patients Hospitalized With COVID-19 (Metcovid): A Randomised, Double-Blind, Phase IIb, Placebo-Controlled Trial
2020. CLINICAL INFECTIOUS DISEASES.
Case Report: Adrenal Pathology Findings in Severe COVID-19: An Autopsy Study
2020. AMERICAN JOURNAL OF TROPICAL MEDICINE AND HYGIENE.
Utility of ultra-sensitive qPCR to detect Plasmodium falciparum and Plasmodium vivax infections under different transmission intensities
2020. MALARIA JOURNAL.
Free nucleic acids as predictors of severity in bothropic accidents
2020. TOXICON.
Impact of Plasmodium vivax malaria and antimalarial treatment on cytochrome P450 activity in Brazilian patients
2020. BRITISH JOURNAL OF CLINICAL PHARMACOLOGY.
Cryptic Plasmodium chronic infections: was Maurizio Ascoli right?
2020. MALARIA JOURNAL.
Malaria impact on cognitive function of children in a peri-urban community in the Brazilian Amazon
2019. MALARIA JOURNAL.
Clinical Spectrum of Primaquine-induced Hemolysis in G6PD Deficiency: A Nine-Year Hospitalization-Based Study from the Brazilian Amazon
2019. CLINICAL INFECTIOUS DISEASES.
Current vector control challenges in the fight against malaria in Brazil
2019. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. REVISTA.
Overview of artemisinin effectiveness during outset years of its implementation in the western Brazilian Amazon
2019. Memórias do Instituto Oswaldo Cruz.
Perspectives and recommendations towards evidence-based health care for scorpion sting envenoming in the Brazilian Amazon: A comprehensive review
2019. TOXICON.
Tuberculosis and malaria walk side by side in the Brazilian Amazon: an ecological approach
2019. TROPICAL MEDICINE & INTERNATIONAL HEALTH.
Do climate changes alter the distribution and transmission of malaria? Evidence assessment and recommendations for future studies
2019. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. REVISTA.
Ascaris lumbricoides coinfection reduces tissue damage by decreasing IL-6 levels without altering clinical evolution of pulmonary tuberculosis or Th1/Th2/Th17 cytokine profile
2019. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. REVISTA.
Performance of an immuno-rapid malaria Pf/Pv rapid diagnostic test for malaria diagnosis in the Western Brazilian Amazon
2019. SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL. REVISTA.
Rattlesnakes bites in the Brazilian Amazon: clinical epidemiology, spatial distribution and ecological determinants
2018. ACTA TROPICA.
Oral Transmission of Trypanosoma cruzi, Brazilian Amazon
2018. EMERGING INFECTIOUS DISEASES.
Use of anthropophilic culicid-based xenosurveillance as a proxy for Plasmodium vivax malaria burden and transmission hotspots identification
2018. PLoS Neglected Tropical Diseases.
Chloroquine resistance is associated to multi-copy pvcrt-o gene in Plasmodium vivax malaria in the Brazilian Amazon
2018. MALARIA JOURNAL.
Promising approach to reducing Malaria transmission by ivermectin: Sporontocidal effect against Plasmodium vivax in the South American vectors Anopheles aquasalis and Anopheles darlingi
2018. PLoS Neglected Tropical Diseases.
Plasmodium vivax molecular diagnostics in community surveys: pitfalls and solutions
2018. MALARIA JOURNAL.
Plasma metabolomics reveals membrane lipids, aspartate/asparagine and nucleotide metabolism pathway differences associated with chloroquine resistance in Plasmodium vivax malaria
2017. PLoS One.
Alternative transmission routes in the malaria elimination era: an overview of transfusion-transmitted malaria in the Americas
2017. Malaria Journal (Online).
TOLLIP gene variant is associated with Plasmodium vivax malaria in the Brazilian Amazon
2017. MALARIA JOURNAL.
Implication of Tityus apiacas (Lourenco, 2002) in scorpion envenomations in the Southern Amazon border, Brazil
2017. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical.
Association of TLR variants with susceptibility to Plasmodium vivax malaria and parasitemia in the Amazon region of Brazil
2017. PLoS One.
Metabolome-Wide Association Study of Peripheral Parasitemia in Plasmodium vivax Malaria
2017. INTERNATIONAL JOURNAL OF MEDICAL MICROBIOLOGY.
Fixed-Dose Artesunate-Amodiaquine Combination versus Chloroquine for Treatment of Uncomplicated Blood-Stage Infection in the Brazilian Amazon: An Open-Label Randomized, Controlled Trial
2016. Clinical Infectious Diseases.
Filling gaps on ivermectin knowledge: effects on the survival and reproduction of Anopheles aquasalis, a Latin American malaria vector
2016. Malaria Journal (Online).
Could Plasmodium vivax malaria trigger malnutrition? Revisiting the Bradford Hill criteria to assess a causal relationship between two neglected problems
2016. Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Revista.
Declining malaria transmission in rural Amazon: changing epidemiology and challenges to achieve elimination
2016. Malaria Journal (Online).
Micronutrient Deficiencies and Plasmodium vivax Malaria among Children in the Brazilian Amazon
2016. Plos One.
Concurrent Helminthic Infection Protects Schoolchildren with Plasmodium vivax from Anemia
2010. Plos One.
Qualidade de hortaliças comercializadas no noroeste do Paraná, Brasil
2005. Parasitología Latinoamericana (Online).
Avaliação da disponibilidade de medicamentos genéricos em farmácias e drogarias de Maringá (PR) e comparação de seus preços com os de referência e similares
2005. RBCF. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas.
Estudo sobre o cumprimento da resolução n. 40, de 26 de fevereiro de 2003.
2004. Pharmacia Brasileira.

Trabalhos completos em congressos

SOROPREVALÊNCIA PARA TOXOCARÍASE EM CRIANÇAS DO MUNICÍPIO DE SARANDI, PARANÁ, BRASIL.
2009. XVIII Encontro Anual de Iniciação Científica. 0
Áreas de lazer como fonte de contaminação zoonótica no noroeste do Paraná.
2005. I Congresso Internacional de Saúde. 1
Efetividade da educação sanitária sobre parasitoses intestinais utilizando teatro de bonecos.
2004. IV Simpósio da APADEC. 2

Resumos expandidos em congressos

SOROPREVALÊNCIA PARA TOXOCARÍASE EM CRIANÇAS DO MUNICÍPIO DE SARANDI, NORTE DO ESTADO DO PARANÁ, BRASIL
2009. XLV Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical.
Inquérito Epidemiológico sobre a quantidade e a variabilidade de animais domiciliados na cidade de Paiçandú-PR.
2005. I Congresso Internacional de Saúde.
Poliparasitismo intestinal nos Kaingaing da terra indígena Faxinal no estado do Paraná.
2005. I Congresso Internacional de Saúde.

Resumos em congressos

Avaliação do número de cópias de genes de resistência à cloroquina em pacientes com malária vivax
2016. 52 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical.
Estudo da associação entre resistência de Plasmodium vivax à cloroquina in vivo e ex vivo, em isolados da Amazônia Brasileira
2016. 52 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical.
Efeito da Ivermectina sobre Plasmodium vivax e sua interação com Anopheles aquasalis
2016. 52 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical.
Efeitos da ivermectina na sobrevivência e reprodução de Anopheles aquasalis, um importante vetor de malária da América Latina
2016. 52 Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical.
Metabolomics of Plasmodium vivax related anemia from the Brazilian Amazon.
2015. 64th ASTMH Annual Meeting.

Veja todas as publicações no Currículo Lattes

Orientações em andamento

Mestrado

Gabrielly Santos da Silva. Avaliação da segurança e tolerabilidade de diferentes esquemas terapêuticos com primaquina em crianças com malária por Plasmodium vivax não-complicada. Início: 2020. Universidade do Estado do Amazonas (Orientador principal)
Amanda Carvalho de Oliveira. PREVALÊNCIA DE METABOLIZADORES LENTOS DE DIHIDROARTEMISININA- PIPERAQUINA: PREENCHENDO UMA LACUNA NO TRATAMENTO ANTIMALÁRICO EM SITUAÇÕES DE RESISTÊNCIA À CLOROQUINA AOS ESQUEMAS ATUAIS. Início: 2020. Universidade do Estado do Amazonas (Orientador principal)
Ana Carolina Shuan Laco. Avaliação dos níveis de CCL5 (RANTES) em células mononucleares por estimulação de Plasmodium vivax.. Início: 2020. Universidade do Estado do Amazonas (Orientador principal)
Marielle Machado Macêdo. Efeitos de CYP e a resposta aos antimaláricos: aumento dos efeitos colaterais. Início: 2020. Universidade do Estado do Amazonas (Orientador principal)
Carlos Eduardo Padron de Morais. INFLUÊNCIA DA CLOROQUINA NA POSITIVIDADE DE SARS-COV-2 EM PACIENTES ATENDIDOS EM UNIDADE DE REFERÊNCIA EM MANAUS, AMAZONAS, BRASIL. Início: 2020. Universidade do Estado do Amazonas (Orientador principal)
kelry mazurega dinelly. AVALIACAO DA ADESAO AO TRATAMENTO PARA PREVENIR RECORRÊNCIAS EM PACIENTES COM MALÁRIA POR PLASMODIUM VIVAX. Início: 2019. Universidade do Estado do Amazonas (Orientador principal)

Doutorado

Rebeca Linhares de Abreu Netto. Avaliação da cardiotoxicidade do Difosfato de Cloroquina em pacientes com infecção pelo novo coronavírus (sars-cov2) atendidos no Hospital e Pronto Socorro Delphina Rinaldi Abdel Aziz, na cidade de Manaus, Amazonas, Brasil.. Início: 2020. Universidade do Estado do Amazonas (Orientador principal)
Laila Rowena Albuquerque Barbosa. SEGURANÇA E EFICÁCIA DO REGIME DIFERENCIADO DE PRIMAQUINA NO TRATAMENTO DE MALÁRIA VIVAX EM PACIENTES DEFICIENTES DE GLICOSE 6-FOSFATO DESIDROGENASE: ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO,. Início: 2019. Universidade do Estado do Amazonas (Orientador principal)
Michael Nosano Yakubu. Metabolomic analyses of patients implicated with malaria relapse infection of Plasmodium vivax. Início: 2019. Universidade do Estado do Amazonas (Orientador principal)
Victor Irungu Mwangi. Comparative immunological and metabolomic profile in Methylprednisolone- vs. placebo-treated patients hospitalized with COVID-19. Início: 2019. Universidade do Estado do Amazonas (Co orientador)

Veja todas as orientações no Currículo Lattes