DCC - UFMG
+55 31 3409 5860
ciia-saude@dcc.ufmg.br

Gilvan Guedes


Gilvan Guedes

Universidade Federal de Minas Gerais
Demografia

Pesquisador associado





Informações resumidas do Currículo Lattes


Currículo Lattes atualizado em 04/05/2021

Nome em citações bibliográficas: GUEDES, G. R.;Guedes, Gilvan Ramalho;Guedes, Gilvan R.


Formação acadêmica

Doutorado em Demografia na Universidade Federal de Minas Gerais em 2010
Doutorado em Demografia na Universidade Federal de Minas Gerais em 2009
Graduado em Ciências Econômicas na Centro Universitário Newton Paiva em 2003


Projetos de pesquisa em andamento

2019 a AtualMobilidade, Intenções Reprodutivas e Adaptações em Contextos de Choques Epidemiológicos e Ambientais
Projeto de Produtividade em Pesquisa CNPq (PQ-2)
Integrantes: Gilvan Ramalho Guedes (coordenador).
2019 a AtualO custo econômico da malária no Brasil
Embora existam modelos para estimar os custos econômicos da malária, estudos mais detalhados que decomponham o custo considerando os diferentes agentes envolvidos (provedores de saúde, indivíduos, comunidade), as desigualdades regionais, as perdas de produtividade, e outros custos não tangíveis são escassos. De forma geral, custos econômicos podem ser classificados em duas categorias, diretos (tratamento e controle) e indiretos (valor do tempo perdido devido à morbidade ou mortalidade prematura) e recaem sobre o sistema de saúde, famílias e sociedade. Apesar de existirem estimativas disponíveis para alguns países ou regiões, a diversidade metodológica é um impedimento para a comparação internacional. O custo econômico da malária no Brasil é desconhecido. Não há estimativa do custo total, nem de custos para unidades geográficas menores (que permitam capturar as heterogeneidades espaciais na transmissão e suas consequências sobre os gastos). Outra lacuna importante é a inexistência de estimativas de custo que permitam uma decomposição por tipo de atividade, (controle, vigilância, gerenciamento de surtos e prevenção de reintrodução) e como esses custos são financiados pelos agentes envolvidos (sistema de saúde, famílias ou sociedade). Essas lacunas impedem o planejamento estratégico do controle local da malária, e alocação ótima de recursos embasada em uma análise de custo-efetividade. A presente proposta pretende preencher essa lacuna. A partir do trabalho sobre a dengue, desenvolveremos um modelo para estimar o custo econômico da malária para o Brasil nos últimos cinco anos, desagregado por unidade da federação e tipo de parasita. Usaremos os últimos cinco anos a fim de obter estimativas para diferentes cenários de transmissão da doença, declínio (antes de 2017) e aumento (após 2017). A desagregação regional é fundamental haja vista a presença de padrões epidemiológicos distintos de transmissão da malária no Brasil: por um lado, a região amazônica (9 estados) concentra mais de 99% dos casos no país; por outro lado, a região extra-amazônica (os 17 estados restantes e o Distrito Federal) possui cerca de 600 casos, mais de 60% importados. A diferenciação segundo o tipo de parasita é necessária uma vez que o P. vivax tem custos extras relacionados a recaídas e hemólise em pacientes com deficiência de G6PD após tratamento com primaquina. Além disso o plano de eliminação no Brasil foca no P. falciparum. Em resumo, nosso estudo não apenas preenche uma lacuna de conhecimento, mas fornece uma estimativa detalhada do custo econômico da malária, que gerará insumos para a formulação de políticas eficazes de controle da malária nos níveis nacional e local.
Integrantes: Monica Viegas Andrade (coordenador), Gilvan Ramalho Guedes, Kenya Valeria Michaela de Souza Noronha, Bernardo Campolina Diniz, Julia Calazans, Márcia Castro, Lucas Carvalho de Resende, Cássio Peterka, Susie Gurzenda, Nicholas Arisco.
2018 a AtualHipertensão Arterial Sistêmica (HAS): representações sociais, práticas comportamentais e efetividade dos processos de adesão ao tratamento da doença de pacientes cadastrados nas Estratégias de Saúde da Família (ESF) de Diamantina, MG
Objetivando identificar as representações sociais e práticas comportamentais de pacientes hipertensos assistidos pelas ESF de Diamantina (MG) e a efetividade dos processos de adesão ao tratamento da HAS, esta pesquisa abrangerá assistidos pelas 7 ESF da zona urbana do município. Para a mostra representativa, proporcional e estratificada far-se-á um sorteio aleatório de 566 hipertensos de ambos os sexos com 40-59 (meia idade) e 60 anos ou mais (idosos) que utilizam medicamentos anti-hipertensivos pelo menos há seis meses. Serão excluídos pacientes com déficit cognitivo; estado funcional parcialmente independente e totalmente dependente; que embora aceitem participar da pesquisa, se recusem a assinar o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE). Instrumentos de Coleta 1) Tablet com Roteiro de Entrevista Eletrônico levantando Dados pessoais; Classificação socioeconômica; Situações de risco em saúde; Comportamentos e hábitos alimentares; Dados de saúde; Medidas higienodietéticas; Acesso aos serviços de saúde e aos medicamentos; Existência de apoio; Medicamentos, formas de uso e interação medicamentosa; Avaliação da Adesão ao Tratamento (Morisky Green MMAS-8); Classificação da Meta Pressórica; 2) Aparelho de Pressão Digital; 3) Balança e Fita métrica para avaliação do IMC. Na análise quantitativa serão utilizados os softwares Sphinx Léxica; EVOC; Grade of Membership (GoM); Stata e R (Project for Statistical Computing). Na análise qualitativa tomar-se-á como referência fragmentos dos discursos dos participantes sobre a HAS e seu tratamento obtidos através de questões abertas e da coleta de evocações constante do Roteiro Estruturado de Entrevista pela Técnica de Associação Livre de Palavras (TALP). Para identificação das RS sobre a HAS e o tratamento será utilizado o software EVOC e a Análise de Conteúdo (Bardin). Projeto submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa e apoiado pela Secretaria Municipal de Saúde de Diamantina, MG
Integrantes: Carlos Alberto Dias (coordenador), Gilvan Ramalho Guedes, Maria Letícia Costa Reis, Fernanda Fraga Campos, Luciana Maria Lauar de Almeida, Magnania Cristiane Pereira da Costa, Marcelo Robert Amorim de Araújo, Lauriany Livia Costa.
2017 a AtualInfluência do desastre ambiental provocado pelo rompimento da barragem de Fundão sobre as formas de uso, preservação e representações sociais a respeito do rio Doce e da Praia do Jaó, de residentes de Tumiritinga, MG
No dia 05/11/2015 trinta e quatro milhões de m³ de rejeitos de mineração de ferro da barragem de Fundão, foram lançados no ambiente e continuam sendo carreados pelo rio Doce em direção ao mar, impactando os corpos hídricos e o abastecimento de cidades, dentre elas, Tumiritinga-MG. Minas possui perto de 450 barragens, a maioria do tipo ?molhada? como a de Fundão certificada de ?estabilidade garantida?. Um rompimento ocorre a cada cinco anos evidenciando a situação contingencial desse tipo de desastre. O objetivo é avaliar se o desastre ambiental ocasionado pelo rompimento da barragem de Fundão interferiu no Núcleo Central das representações sociais de residentes de Tumiritinga sobre o rio Doce e a Praia do Jaó, modificando a relação percepção de risco de contaminação e uso destes ambientes. Este estudo longitudinal, referenciado na Teoria das Representações Sociais, será realizado na zona urbana deste município, com 6.669 habitantes distribuídos em 1967 domicílios. Farão parte da FASE 2 as 352 pessoas de referência dos domicílios, que participaram da FASE I. Serão utilizadas Pesquisa Bibliográfica e Levantamento Amostral (Survey). Na pesquisa bibliográfica será utilizada a técnica de Revisão Integrativa de Literatura. O levantamento será através de entrevistas domiciliares guiadas por um Roteiro Estruturado de Entrevista que contempla questões de natureza quantitativa e qualitativa. Após processamento e mineração dos dados no software Sphinx Lexica, estes serão analisados a partir de tabelas, gráficos e análises multivariadas. As evocações (dados quantiqualitativos) sobre o rio Doce e a Praia do Jaó, obtidos com a Técnica de Associação Livre de Palavras (TALP), serão analisadas via software EVOC que indicará os elementos do Sistema Central e os do Sistema Periférico referente ao rio Doce e Praia do Jaó. Para análise dos significados e importância da evocação reconhecida como a mais relevante pelo respondente será utilizada a técnica de ?Análise de Conteúdo?
Integrantes: Carlos Alberto Dias (coordenador), Gilvan Ramalho Guedes, Aline Marchesi Hora, Suely Maria Rodrigues.
2017 a AtualReproductive Consequence to the Zika Epidemic in Brazil
Este projeto analisa as consequências da epidemia de Zika vírus no Brasil em termos de intenções reprodutivas e fecundidade.
Integrantes: Leticia Marteleto (coordenador), Gilvan Ramalho Guedes, Raquel Zanatta Coutinho, Abigail Weitzman, Márcia Castro, David Lam.
2017 a AtualPrograma de Pesquisa para o SUS: Qualidade de vida relacionada à saúde e adequabilidade do sistema de saúde para lidar com as necessidades da população LGBT
O número de estudos que relacionam os elementos da qualidade de vida relacionada à saúde e os impactos do estigma social e da exclusão na vida da população LGBT tem crescido. Na literatura é possível encontrar pesquisas que abordam o bullying como preditivo de tentativa de suicídio entre jovens nova iorquinos de minorias sexuais (LeVASSEUR, KELVIN e GROSSKOPF, 2013); avaliação das disparidade entre orientação sexual e exposição a violência nos EUA (ROBERTS, AUSTIN, CORLISS, VANDERMORIS e KOENEN, 2010); investigações que buscam determinar e estimar a associação entre orientação sexual e sintomas de desordens mentais comuns (ansiedade e depressão) e baixa qualidade de vida no Reino Unido (SEMLYEN, KING, VARNEY e HAGGERJOHNSON, 2016); e outros vários que detectam a dificuldade de acesso desse população aos cuidados de saúde em decorrência da imposição de atitudes heteronormativas pelos profissionais da saúde (ALBUQUERQUE et. al., 2016). Na capital de Minas Gerais, Belo Horizonte, os profissionais de saúde pública reconhecem que a implantação de atenção integral à população LGBT ainda é um desafio. Entre as dificuldades elencadas por eles estão o respeito à identidade de gênero por meio da utilização do nome social nas unidades de saúde até a falta de serviços especializados que promovam intervenções nos corpos dos/das transexuais, passando pelo precário apoio psicossocial disponível ao grupo e pela falta de preparo dos profissionais para tratar as especificidades de cada identidade/orientação que compõe essa população (PBH, 2015). Com base nesses nos argumentos supracitados, a proposta de pesquisa tem como objetivo analisar a qualidade de vida relacionada à saúde e a adequabilidade e acesso do sistema de saúde para lidar com as necessidades da população LGBT no estado de Minas Gerais. A operacionalização do estudo prevê a utilização de uma metodologia quali-quantitativa composto por duas fases com aplicação de método misto (survey e grupos focais).
Integrantes: Kenya Valeria Michaela de Souza Noronha (coordenador), Gilvan Ramalho Guedes, Paula Miranda Ribeiro, Samuel Araujo.
2016 a AtualDEMOGRAFIA DA EXCEÇÃO: INTENÇÕES REPRODUTIVAS E MIGRAÇÃO EM UM CONTEXTO DE ZIKA VÍRUS E DESASTRES SOCIOAMBIENTAIS
Propomos investigar como a ocorrência concomitante de três choques ? a crise e recessão econômica, o desastre sociambiental com o rompimento da barragem da SAMARCO em Mariana e a epidemia de zika vírus ? pode afetar o comportamento da migração e fecundidade da população. A escolha de Governador Valadares se justifica por uma combinação de fatores. Primeiro, o município é um dos maiores e mais importantes ao longo da bacia do Rio Doce, severamente impactada pelo rompimento da barragem da Mineração SAMARCO em Mariana. Segundo, trata-se de um dos três municípios no Estado de Minas Gerais com maior risco de doenças transmitidas pelo Aedes aegiptyi. Terceiro, é o mais antigo e historicamente o mais importante município, em termos proporcionais à sua população, como fornecedor de emigrantes para os Estados Unidos e outros destinos. Do ponto de vista teórico, a pesquisa será orientada pela teoria de respostas multifásicas (Davis, 1963), que explica como as decisões familiares de migrar ou mudar o comportamento reprodutivo são respostas alternativas a pressões populacionais sobre recursos limitados. As respostas dos domicílios ocorre de forma concorrente (ou ?multifásica?), no sentido de que os domicílios podem adotar respostas simultaneamente como um resultado de pressões populacionais, e quanto maior a prevalência de um tipo de resposta e maior sua eficácia em aliviar as pressões negativas sobre os padrões de vida, menor a probabilidade de ocorrência de outros tipos de resposta (Bilsborrow, 1987). Revisitamos a abordagem multifásica no sentido de criar um arcabouço teórico que permita avaliar decisões migratórias e reprodutivas considerando a heterogeneidade populacional, determinantes socioeconômicos e as mudanças motivacionais em função dos potenciais efeitos de choques externos nos úlimos anos (epidemia, desastre ambiental, crise econômica). Propomos a utilização de uma abordagem de pesquisa que se desdobra de maneira ordenada e complementar nas perspectivas ?quantitativa? e ?qualitativa. Em geral, o desenho de pesquisa ?quanti-qualitativo? procura identificar o problema de maneira exploratória (baseado tanto na análise exploratória estatística quanto no estudo em profundidade de uma dada temática) e, num segundo momento, procura elaborar parâmetros analíticos ?estáveis? que possam ser testados empiricamente. Com frequência, o estudo qualitativo é utilizado como parte da análise exploratória (para definição prática do objeto de estudo, e definição conceitual das unidades de análise), mas também é ferramenta importante para a etapa posterior de teste e confirmação das análises elaboradas a partir do estudo quantitativo. Será construída e analisada uma base de dados com representatividade estatística e de natureza longitudinal e informações qualitativas trianguladas a essa base de dados, exercitando plenamente o papel de uma metodologia de pequisa de caráter multi-método. A primeira onda de informações foi coletada entre 2014-2015 e permitiu caracterizar a população de Governador Valadares do ponto de vista da sua experiência com as enchentes do Rio Doce, das práticas de uso e conservação do rio e da experiência migratória internacional antes de alguns eventos importantes, como o rompimento da barragem da SAMARCO em 05 de Novembro de 2015 e a difusão dos casos de zika vírus. Para entender como esses eventos podem ter afetado algumas dimensões do comportamento reprodutivo e migratório da população, pretendemos, com esta pesquisa, coletar uma segunda onda de dados entre 2017 e 2018, re-entrevistando todos os 1.200 indivíduos amostrados na primeira onda através de questionário semi-estruturado, além de entrevistas de profundidade com roteiro.
Integrantes: Gilvan Ramalho Guedes (coordenador), Alisson Flávio Barbieri, Marden Barbosa de Campos, Carlos Alberto Dias, Dimitri Fazito de Almeida Rezende, Andrea Branco Simão, Sueli Siqueira, Raquel Zanatta, Denise Duarte Scarpa Magalhães Alves, Leticia Marteleto, Rosângela Helena Loschi.

Projetos de desenvolvimento em andamento

Veja todos os projetos no Currículo Lattes

Últimas publicações

Artigos em periódicos

Análises do desastre de Mariana identificadas na literatura técnica e científica
2021. REVISTA DE ECONOMIA POLÍTICA E HISTÓRIA ECONÔMICA.
Perfil dos Hospitais Gerais do Sistema Único de Saúde
2020. Revista de Saude Publica (Online).
Os primeiros 80 dias da pandemia da COVID-19 em Belo Horizonte: da contenção à flexibilização
2020. Nova Economia (UFMG).
Exploratory analysis based on leprosy epidemiological and operational indicators in the city of Governador Valadares/MG/Brazil
2020. JOURNAL OF MEDICAL AND BIOLOGICAL SCIENCE RESEARCH.
Mobilidade e vulnerabilidade socioambiental: um estudo de caso para Governador Valadares, Minas Gerais, Brasil
2020. Revista Espinhaço.
Land use systems and livelihoods in demographically heterogeneous frontier stages in the amazon
2020. ENVIRONMENTAL DEVELOPMENT.
Brazilian hospitals? efficiencyperformance: an assessment of the Unified Health System (SUS)
2020. Health Care Management Science.
Live Births and Fertility Amid the Zika Epidemic in Brazil
2020. DEMOGRAPHY.
Pandemia por COVID-19 no Brasil: análise da demanda e da oferta de leitos hospitalares e equipamentos de ventilação assistida segundo diferentes cenários
2020. CADERNOS DE SAÚDE PÚBLICA.
Desejo por filhos entre mulheres de alta escolaridade: conflitos mudanças e permanências
2020. REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS DE POPULAÇÃO ? REBEP.
Insurance Contracts under Beliefs Contamination
2019. ECONOMICS BULLETIN.
International Migration and Household Living Arrangements among Transnational Families in Brazil
2019. Journal of Ethnic and Migration Studies.
Welfare Consequences of Persistent Climate Prediction Errors on Insurance Markets against Natural Hazards
2019. ESTUDOS ECONÔMICOS.
The impact of pensions and private transfers on rural poverty in Brazil
2019. REVISTA LATINOAMERICANA DE POBLACIÓN.
Impactos do rompimento da barragem de Mariana na qualidade da água do rio Doce.
2018. Revista Espinhaço.
Signifying Zika: heterogeneity in the representations of the virus by history of infection
2018. Cadernos de Saude Publica.
Why social perception matters during disease outbreaks: looking at how individuals understand the Zika virus by self-reported history of infection
2018. CADERNOS DE SAÚDE PÚBLICA.
Representações sociais do Rio Doce e suas enchentes em Governador Valadares/Brasil
2018. DESENVOLVIMENTO E MEIO AMBIENTE.
Composição demográfica domiciliar e dinâmica do uso do solo em Machadinho d?Oeste, Rondônia: evidências baseadas nos estágios iniciais da fronteira
2017. REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS DE POPULAÇÃO (IMPRESSO).
Refúgio e modalidades de deslocamentos populacionais no século XXI: tendências, conflitos e políticas
2017. REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS DE POPULAÇÃO ? REBEP.
Ciclos de vida de la propiedad y del hogar, mercados y cambios en el uso y la cobertura de la tierra en la Amazonia Brasileña
2017. Notas de Población.
HÁ EVIDÊNCIAS DE QUE VULNERABILIDADES SOCIOAMBIENTAIS AFETAM O CONTROLE DA PRESSÃO ARTERIAL DE HIPERTENSOS?
2017. REVISTA DE SAÚDE COLETIVA DA UEFS.
Cidades Médias e Vulnerabilidade às Mudanças Climáticas no Brasil: Elementos para integração do debate a partir de estudos de caso.
2016. CLIMACOM CULTURA CIENTÍFICA - PESQUISA, JORNALISMO E ARTE.
Arranjos mono(bi)parentais e sua estrutura orçamentária
2016. Oikos: Revista Brasileira de Economia Doméstica.
Distribuição espacial e percepção sobre violência em Governador Valadares: (re) pensando aspectos da vulnerabilidade social
2016. CLIMACOM CULTURA CIENTÍFICA - PESQUISA, JORNALISMO E ARTE.
Revisiting the hierarchy of urban areas in the Brazilian Amazon: a multilevel approach
2009. Population and Environment.

Trabalhos completos em congressos

Welfare Consequences of Persistent Climate Prediction Errors on Insurance Markets gainst Floods and Droughts
2020. PAA 2020 Annual Meeting.
The Estimation of Health-Related Quality of Life Losses Due to a Technological Disaster in Brazil Using the EQ-5D-3L
2020. European Population Conference.
Health Vulnerability Related to Climate Extremes in Amazonia and the Brazilian Northeast
2020. European Population Conference.
Getting Ready for Disaster: Exploring Gender Differentials in Disaster Preparedness in Brazil and Thailand
2020. European Population Conference.
MOBILIDADE E VULNERABILIDADE SOCIOAMBIENTAL: UM ESTUDO DE CASO PARA GOVERNADOR VALADARES
2019. XVIII Seminário sobre a Economia Mineira.
Live births and Fertility Decline amidst the Zika Epidemic in Brazil
2019. 114th ASA Annual Meeting.
DESEJO POR FILHOS ENTRE UNIVERSITÁRIAS DE PRIMEIRA GERAÇÃO: MUDANÇAS E PERMANÊNCIAS
2019. XVIII Seminário sobre a Economia Mineira.
The use of EQ-5D-3L to measure health related quality of life losses due to a technological disaster in Brazil
2019. EuroQol Group?s 36th Plenary meeting.
Mobilidade e Vulnerabilidade Socioambiental: Um Estudo de Caso para Governador Valadares.
2019. XI ENCONTRO NACIONAL SOBRE MIGRAÇÕES.
Zika Epidemics, Exposure to Microcephaly, and the Power of Public Health Announcements for Fertility Decline
2019. ASA Annual Meeting.
Migration, Livelihoods and Development in the Post-frontier: Evidences from the Brazilian Amazonia
2019. Annual Meeting of the Population Association of America.
Population Mobility and Adaptation to Droughts in the Brazilian Semi-Arid
2019. Annual Meeting of the Population Association of America.
Modeling private preparedness behavior against flood hazards
2019. The 18th ASMDA International Conference.
Male Intention, behaviour and attitudes in times of Zika
2018. XXI Encontro Nacional de Estudos Populacionais.
Regional Impacts of Future Climate Change on Health and Labor in Brazil
2018. 46 Encontro Nacional de Economia.
Regional Impacts of Climate Change on Health and Labor Productivity in the Brazilian Economy
2018. SMTDA 2018 InternaIonal Conference and Demographics 2018 Workshop.
Social Constructions of Zika: Homophily in the Networks of Thoughts
2018. Annual Meeting of the Population Association of America.
Fertility amidst the Zika Epidemic in Brazil
2018. Annual Meeting of the Population Association of America.
Male Intention, Behavior and Attitudes in Times of Zika
2018. Annual Meeting of the Population Association of America.
A Capability-Based Assessment of Brazilian Education
2018. HDCA 2018 Conference.
WELFARE CONSEQUENCES OF PERSISTENT CLIMATE PREDICTION ERRORS ON THE INSURANCE MARKETS AGAINST NATURAL HAZARDS
2018. XXI Encontro Nacional de Estudos Populacionais.
Fertility amidst the Zika Epidemic in Brazil
2018. 2018 Annual Meeting of the Population Association of America.
THE DECLINE IN LIVE BIRTHS AND CHANGES IN FERTILITY RATES DURING THE ZIKA EPIDEMICS IN BRAZIL
2018. XXI Encontro Nacional de Estudos Populacionais.
Estimating the Economic and Environmental Impacts of Increased Energy Efficient and Inflated WWS Grid in Brazil
2018. IWA World Water Congress & Exhibition.
Regional Impacts of Climate Change on Health and Labor in Brazil
2018. 26th IIOA Conference.
Transnational household strategies and the circulation of care: A comparative analysis between the Brazil-Portugal and Brazil-USA Migration Systems
2018. European Population Conference.
Greening the Brazilian energy grid as a sustainable response to increasing consumption: how feasible and how costly?
2018. 21st Annual Conference on Global Economic Analysis.
DOES PERCEPTION OF THE ZIKA VIRUS MEDIATE SOCIOECONOMIC DIFFERENCES ON THE EMPLOYMENT OF MEASURES OF PREVENTION AND CARE?
2018. XXI Encontro Nacional de Estudos Populacionais.
DIFERENCIAIS DE INDICADORES DE SAÚDE ENTRE MIGRANTES, RETORNADOS E NÃO MIGRANTES: UMA ANÁLISE DAS RELAÇÕES ENTRE MIGRAÇÃO E SAÚDE DE COLOMBIANOS
2018. XXI Encontro Nacional de Estudos Populacionais.
BRAZIL-US MIGRATION SYSTEM: AN ANALYSIS OF THE SOCIAL SUPPORT PLAYED BY THE RETURNED MIGRANTS IN PERIODS OF ECONOMIC STRESS
2018. XXI Encontro Nacional de Estudos Populacionais.
Mobility as a livelihood adaptation to droughts in the Brazilian semi-arid
2018. International Conference 'Migration, Environment and Climate: What risk inequalities?'.
APLICAÇÃO DE MODELAGEM MARKOVIANA PARA A AVALIAÇÃO DA EVOLUÇÃO DA DINÂMICA MIGRATÓRIA DA REGIÃO NORDESTE ENTRE 1991 E 2010
2018. XXI Encontro Nacional de Estudos Populacionais.
Regional Impacts of Future Climate Change on Health and Labor in Brazil
2018. 21st Annual Conference on Global Economic Analysi.
Registros fotográficos do Carnajaó: descontinuidade provocada por chuvas e rompimento da barragem de Mariana
2018. 16º Simpósio de Pesquisa e Iniciação Científica.
EFICIÊNCIA HOSPITALAR EM MINAS GERAIS ? DATA ENVELOPMENT ANALYSIS (DEA)
2018. XXI Encontro Nacional de Estudos Populacionais.
Signifying Zika: Heterogeneity in the Representations of the Virus By Level of Exposure
2017. Annual Meeting of the Population Association of America.
The Reach and Limitations of Medication Treatment Adherence for Hypertension Control Among Patients of the Family Health Strategy: A Case Study for a Midsize City in Brazil
2017. Annual Meeting of the Population Association of America.
Voices Submersed by the Dam: Demographic and Socioeconomic Heterogeneity of Impacts of Large-Scale Infrastructure Building in the Brazilian Amazon
2017. Annual Meeting of the Population Association of America.
Household Life Cycle, Property Life Cycle and Deforestation in the Brazilian Amazon: the case of Machadinho d'Oeste
2017. Annual Meeting of the Population Association of America.
Sustainable consumption and population dynamics in Brazil
2017. XXVIII IUSSP International Population Conference.
Regional Impacts of Climate Change on Health and Labor in Brazil
2017. XXVIII IUSSP International Population Conference.
The Reach and Limitations of Medication Treatment Adherence for Hypertension Control Among Patients of the Family Health Strategy: A Case Study for a Midsize City in Brazil
2017. XXVIII IUSSP International Population Conference.
Assessing wellbeing and returns to capitals over frontrier development in the Brazilian Amazon using Markovian Processes
2017. XXVIII IUSSP International Population Conference.
Greening the Brazilian energy grid as a sustainable response to increasing consumption: how feasible and how costly?
2017. XXVIII IUSSP International Population Conference.
The relation between fertility and land use in Amazonian regions of Santarém and Belterra
2017. XXVIII IUSSP International Population Conference.
HOUSEHOLD LIFE CYCLE, PROPERTY LIFE CYCLE AND DEFORESTATION IN BRAZILIAN AMAZON: THE REGION OF MACHADINHO D?OESTE
2017. XXVIII IUSSP International Population Conference.
Greening the Brazilian energy grid as a sustainable response to increasing consumption: how feasible and how costly?
2017. European Regional Science Association (ERSA) Congress.
Signifying Zika: heterogeneity in the representations of the virus by levels of exposure
2017. XXVIII IUSSP International Population Conference.
The role of return migrants in the perpetuation of the Brazil-US migration system during a period of economic stress
2017. XXVIII IUSSP International Population Conference.
Spatially Explicit Demographic Projections for Brazilian Metropolitan Areas by 2020 and 2030
2017. XXVIII IUSSP International Population Conference.
Fertility, Household Composition and Land Use in the Brazilian Amazon
2017. XXVIII IUSSP International Population Conference.
Homogamia de Valores e Determinantes da Felicidade Conjugal no Brasil
2016. VII Congreso de la Asociación Latinoamericana de Población e XX Encontro da ABEP.
The Capabilities and Approach and Education: A Literature Review and A Comprehensive List Proposal
2016. Sexta Conferencia de la Asociacion Latinoamericana y del Caribe para el Estudio de las Capacidades Humanas.
Population heterogeneity and social representations of dams in the Amazon
2016. VII Congreso de la Asociación Latinoamericana de Población e XX Encontro da ABEP.
Ciclo de vida domiciliar, ciclo de vida do lote e dinâmica da cobertura do solo em Machadinho, Amazônia Brasileira
2016. VII Congreso de la Asociación Latinoamericana de Población e XX Encontro da ABEP.
Adesão ao Tratamento e Depressão entre Hipertensos: uma abordagem de equações simultâneas para estimação de efeitos sociodemográficos e de saúde
2016. VII Congreso ALAP & XX Encontro da ABEP.
Rural Livelihoods and Urbanization in the Brazilian Amazon
2016. Meeting of the Latin American Studies Association.

Resumos expandidos em congressos

SIMULAÇÕES ESPACIAIS E PROJEÇÕES DEMOGRÁFICAS PARA REGIÕES METROPOLITANAS EM 2020 E 2030
2018. XXI Encontro Nacional de Estudos Populacionais.
Perception and Behavior Concerning the Environment: A multidimensional measure of environmental perception using Grade of Membership
2011. Conference of the Population Assocation of America.
Perfis de mobilidade nas áreas metropolitans do interior de São Paulo, Brasil
2010. Condiciones y Transformaciones Culturales, Factores Económicos y Tendencias Demográficas en Latinoamérica.

Resumos em congressos

Health vulnerability related to climate extremes in Amazonia and the Brazilian Northeast
2019. The 18th ASMDA International Conference.
Stochastic Modeling of Affinity Based Cognitive Networks
2019. The 18th ASMDA International Conference.
Efficiency of Brazilian Hospitals: assessment of Unified Health System (SUS)
2019. The 18th ASMDA International Conference.
Generational differences in health-related quality of life among Brazilian gay men
2019. The 18th ASMDA International Conference.
Aspectos Espaciais das Representações Sociais: analisando a difusão espacial dos signifcados sobre Zika Virus
2017. VIII Conferência Brasileira sobre Representações Sociais.
Representação do pensamento coletivo sobre as enchentes do Rio Doce: conectando indivíduos afins através da Teoria dos Grafos
2017. Encontro Mineiro de Estatística - MGEst.
Avanços Recentes na Modelagem Empírica das Representações Sociais
2017. VIII Conferência Brasileira sobre Representações Sociais.
Biblioteca 'wordevok' do software R
2017. Encontro Mineiro de Estatística - MGEst.
Efeitos sociodemográficos e de saúde sobre a adesão ao tratamento e depressão entre hipertensos
2016. 14º Simpósio de Pesquisa e Iniciação Científica da UNIVALE.

Veja todas as publicações no Currículo Lattes

Orientações em andamento

Mestrado

Débora Borges. Os impactos do desastre da Samarco para a agricultura familiar: uma análise de percepção. Início: 2020. Universidade Federal de Minas Gerais (Orientador principal)
Igor Coura de Mendonça. Análise de possíveis efeitos do rompimento da Barragem do Fundão na dinâmica de mobilidade pelo emprego na região do Rio Doce. Início: 2020. Universidade Federal de Minas Gerais (Orientador principal)
Maria Luiza Moreira Duarte. A ser definido. Início: 2020. Universidade Federal de Minas Gerais (Orientador principal)
Rafael Silva e Sousa. Valoração dos dados ambientais sofridos pelas famílias atingidas pelo rompimento da barragem de Fundão, Mariana. Início: 2019. Universidade Federal de Minas Gerais (Co orientador)
Luciana Gonçalves de Oliveira. Uma análise longitudinal da desigualdade no acesso ao ensino superior brasileiro. Início: 2019. Universidade Federal de Minas Gerais (Co orientador)

Doutorado

Marina Cavalieri Gomes. A ser definido. Início: 2020. Universidade Federal de Minas Gerais (Orientador principal)
Alexandre Oliveira Ribeiro. A ser definido. Início: 2020. Universidade Federal de Minas Gerais (Orientador principal)
Larissa Gonçalves Souza. A ser definido.. Início: 2020. Universidade Federal de Minas Gerais (Orientador principal)
Iracy Silva Pimenta. Penalidade feminina pela maternidade no Brasil: efeitos de coorte e de prestígio. Início: 2019. Universidade Federal de Minas Gerais (Co orientador)
Andreea Beatrice Rusu. Rethinking the Concept of Replacement Migration in the Context of Romania. Início: 2019. Universidade Federal de Minas Gerais (Co orientador)
Isac Alves Correia. Mobilidade e fecundidade como estratégias de adaptação às secas no Seridó Potiguar: à espera da chuva?. Início: 2018. Universidade Federal de Minas Gerais (Co orientador)
Samuel Araujo Silva. Acesso e qualidade de serviços de saúde entre a população LGBTQ+. Início: 2018. Universidade Federal de Minas Gerais (Co orientador)
Sarah Lima Queiroz. Deslocamentos populacionais diários por motivo de trabalho: uma análise das características sociodemográficas associadas a modos de transporte na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Início: 2018. Universidade Federal de Minas Gerais (Orientador principal)

Veja todas as orientações no Currículo Lattes