DCC - UFMG
+55 31 3409 5860
ciia-saude@dcc.ufmg.br

Augusto Buchweitz


Augusto Buchweitz

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Psicologia

Pesquisador associado





Informações resumidas do Currículo Lattes


Currículo Lattes atualizado em 05/05/2021

Nome em citações bibliográficas: BUCHWEITZ, A.;BUCHWEITZ, AUGUSTO;Augusto, Buchweitz;BUCHWEITZ, A


Formação acadêmica

Doutorado em Inglês: Estudos Linguísticos e Literários na Universidade Federal de Santa Catarina em 2006
Graduado em Letras na Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 2001


Projetos de pesquisa em andamento

2017 a AtualA COMPETÊNCIA LEITORA E O CÉREBRO DE BILÍNGUES FALANTES DO DIALETO HUNSRIQUEANO: um estudo multidisciplinar
O objetivo deste projeto é investigar a competência leitora, a partir das habilidades de consciência fonêmica de leitura de palavras e de compreensão de frases em falantes de uma língua minoritária. A língua investigada é o hunsriqueano (Hunsrückisch), falada principalmente no sul do Brasil, como descrito por Altenhofen (1996). Essa variedade linguística se fundamenta num contínuo dialetal formado essencialmente pelos dialetos trazidos pelos imigrantes alemães a partir de 1824. Estes imigrantes em sua grande parte eram oriundos da região do Hunsrück, no sudoeste da Alemanha. O hunsriqueano foi declarado patrimônio histórico cultural do Estado do Rio Grande do Sul, em 2012 (Lei nº 14061). Essa língua é distinta do alemão-padrão por ser uma língua brasileira e possuir empréstimos do português; a sua característica marcante, de interesse deste projeto, é não possuir um padrão de escrita. JUSTIFICATIVA: Não há estudos de cunho empírico sobre a relação entre essas duas línguas e a influência do conhecimento de uma na aprendizagem da leitura, como por exemplo, em desempenho na competência leitora. O hunsriqueano é vinculado ao alemão-padrão historicamente e por semelhança. Devido às similaridades, o conhecimento do hunsriqueano pode fundamentar a aprendizagem do alemão-padrão e a aquisição da oralidade; entretanto, pergunta-se sobre o desenvolvimento de competências como a consciência da relação entre grafemas e fonemas e, portanto, a que ponto qualitativo e quantitativo uma língua que não possui uma escrita padronizada pode fomentar a aprendizagem e o processamento da leitura em alemão-padrão. MÉTODOS: Para atingirmos o objetivo supracitado, o método desta pesquisa consiste na aplicação de experimentos de leitura de palavras e frases antes e durante um exame de ressonância magnética funcional. Os resultados das tarefas de leitura e dos exames serão investigados a partir da comparação entre os grupos de falantes e não falantes de hunsriqueano. O estudo será feito a partir de investigação dos correlatos neurais que subjazem o processamento do alemão-padrão por estes falantes de hunsriqueano.
Integrantes: Augusto Buchweitz (coordenador), Bernardo Limberger.
2017 a AtualA Visão Emocional da Dislexia em Crianças: uma perspectiva baseada em alterações endócrinas e epigenéticas
Descrição: A Dislexia do desenvolvimento (identificada também como Transtorno Específico de Leitura ou apenas Dislexia) é resultante de uma falha persistente e inesperada no processo de aprendizagem de leitura, sobretudo resultante de um déficit no componente neurológico da linguagem. A dislexia se apresenta com dificuldades tanto na fluência da leitura, como também na ortografia. Evidências têm mostrado uma correlação entre prejuízos na performance escolar e acadêmica e manifestações comportamentais do tipo ansiedade em indivíduos com Dislexia. Diante deste contexto, há o relato frequente de professores e pais com relação à negligência e desinformação por parte das escolas e dos agentes educacionais acerca dos Transtornos Específicos de Aprendizagem, bem como dos prejuízos escolares e acadêmicos que continuadamente crianças e adolescentes têm referido. Embora a Dislexia venha sendo foco de estudos moleculares ao longo dos anos, em diversos países, as pesquisas realizadas até o momento não elucidaram o substrato neurobiológico da Dislexia em sua totalidade, bem como não foram capazes de predizer, com clareza, os genes envolvidos e os papeis de cada um na caracterização fenotípica de crianças com Dislexia. Diante de eventos estressores, evidências têm mostrado que há um balanço entre as maquinarias de resposta neuroendócrina e as cascatas moleculares de ativação de eventos de metilação em genes do sistema ocitocinérgico, cujas funções seriam desempenhadas por meio de um conjunto equilibrado harmonicamente. Considerando estes achados, um dos desafios da atualidade reside na busca pela identificação de novos marcadores biológicos que possam explicar, com uma maior riqueza de detalhes, uma possível relação entre Dislexia e alterações cognitivo-comportamentais, bem como em resposta a eventos estressores no início da vida e na infância. Diante disso, o objetivo do projeto de pesquisa é investigar o padrão de metilação no gene do receptor de ocitocina (OXTR) em crianças com Dislexia, bem como avaliar os níveis de ansiedade e a resposta endócrina das mesmas quando expostas a um paradigma experimental de inoculação de estresse agudo. Espera-se que, com esta abordagem inovadora de investigação, haja o fornecimento de evidências científicas para o desenvolvimento de novas terapias portadoras de futuro, com a finalidade de reduzir as consequências psicossociais e cognitivo-emocionais de crianças com Dislexia e quando expostas a eventos estressores ao longo da vida. EDITAL UNIVERSAL CNPq 2016
Integrantes: Lucas Araújo de Azeredo (coordenador), Augusto Buchweitz, Rodrigo Grassi de Oliveira.
2017 a AtualBases universais das dificuldades de leitura
Projeto de cooperação internacional (CAPES/PGCI) voltado para a investigação das bases neurais das dificuldades de leitura, entre elas, a dislexia do desenvolvimento. Objetivo: estabelecer uma investigação multicêntrica e multilingue sobre as dificuldades de aprender a ler e seus correlatos neurais. Cooperação com pesquisa em andamento no Haskins Laboratories, EUA, e no Instituto do Cérebro, sobre as bases neurais da leitura em crianças com dificuldades de aprendizagem e utilizando-se de paradigmas experimentais equivalentes em inglês, polonês e português.
Integrantes: Augusto Buchweitz (coordenador), Mailce Mota, Alexandre Rosa Franco, Janaina Weissheimer, Mariana Terra Teixeira, Ken Pugh, Einar Mencl, Renata Callipo Fujii.
2013 a AtualACERTA: Avaliação de Crianças Em Risco de Transtorno de Aprendizagem
O projeto ACERTA (Avaliação de Crianças Em Risco de Transtornos de Aprendizagem) dividiu-se em dois braços, ume estudo longitudinal e multicêntrico (PUCRS, UFSC e UFRN) sobre os índices preditores de aprendizagem da leitura no ensino fundamental (realizado de 2013-17), e um estudo transversal das bases neurais e comportamentais da dislexia do desenvolvimento (em andamento). Este estudo tem como objetivo investigar os mecanismos neurais que subjazem a dislexia do desenvolvimento em associação com suas características comportamentais, socioeconômicas e emocionais. Ainda em andamento, este braço do estudo relacion-se com o ambulatório de aprendizagem do projeto ACERTA/Instituto do Cérebro do Rio Grande do Sul (http://inscer.pucrs.br/projeto-acerta-2/).
Integrantes: Augusto Buchweitz (coordenador), Mailce Mota, Mirna Wetters Portuguez, Jaderson Costa da Costa, Alexandre Franco, Janaina Weissheimer, Felipe Rech Meneguzzi, Adriana Costa, Lucas A Azeredo.

Projetos de desenvolvimento em andamento

Veja todos os projetos no Currículo Lattes

Últimas publicações

Artigos em periódicos

Brainhack: Developing a culture of open, inclusive, community-driven neuroscience
2021. NEURON.
Predicting Brain Age at Slice Level: Convolutional Neural Networks and Consequences for Interpretability
2021. Frontiers in Psychiatry.
Escala para rastreio de dislexia do desenvolvimento: evidências de validade e fidedignidade
2021. CODAS.
Hair cortisol levels and mental health problems in children and adolescents exposed to victimization
2020. STRESS-THE INTERNATIONAL JOURNAL ON THE BIOLOGY OF STRESS.
Phonemic awareness in an oral German-origin Brazilian language: a study of Hunsrückisch and German bilinguals
2019. ILHA DO DESTERRO.
Effects of computerized cognitive training as add-on treatment to stimulants in ADHD: a pilot fMRI study
2019. Brain Imaging and Behavior.
Bilinguismo e multilinguismo: processamento, aprendizagem e uso das línguas
2019. Caderno de Letras.
Decoupling of the Occipitotemporal Cortex and the Brain?s Default-Mode Network in Dyslexia and a Role for the Cingulate Cortex in Good Readers: A Brain Imaging Study of Brazilian Children
2019. DEVELOPMENTAL NEUROPSYCHOLOGY.
Psycholinguistics: implications for the classroom
2019. ILHA DO DESTERRO.
An fMRI study of inhibitory control and the effects of exposure to violence in Latin-American early adolescents: alterations in frontoparietal activation and performance
2019. Social Cognitive and Affective Neuroscience.
Violence and Latin-American preadolescents: a study of social brain function and cortisol levels
2019. DEVELOPMENTAL SCIENCE.
A systematic review of brain imaging studies of semantic priming
2019. INTERAÇÃO EM PSICOLOGIA (ONLINE).
O efeito de priming sintático na produção de sentenças ativas e passivas por crianças falantes do português brasileiro
2019. Revista da ANPOLL.
Discourse processing: An interview with Professor Evelyn Ferstl
2018. LETRÔNICA.
Identification of autism spectrum disorder using deep learning and the ABIDE dataset
2018. NeuroImage-Clinical.
Decreased comfort food intake and allostatic load in adolescents carrying the A3669G variant of the glucocorticoid receptor gene
2017. APPETITE.
O desempenho de crianças em fase de alfabetização em avaliações de leitura e escrita
2016. Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978).
Interaction between perceived maternal care, anxiety symptoms, and the neurobehavioral response to palatable foods in adolescents
2016. Stress (Luxembourg. Print).
NeuroView: a customizable browser-base utility
2016. GigaScience.
2015 Brainhack Proceedings
2016. GigaScience.
Language and reading development in the brain today: neuromarkers and the case for prediction
2016. Jornal de Pediatria (Impresso).
Amygdala-based intrinsic functional connectivity and anxiety disorders in adolescents and young adults
2016. PSYCHIATRY RESEARCH-NEUROIMAGING.
Impulsivity-based thrifty eating phenotype and the protective role of n-3 PUFAs intake in adolescents
2016. Translational Psychiatry.
Identifying bilingual semantic neural representations across languages
2012. Brain and Language.
Brain activation for reading and listening comprehension: An fMRI study of modality effects and individual differences in language comprehension
2009. Psychology & Neuroscience (Online).

Trabalhos completos em congressos

CLASSIFYING BRAIN STATES FOR COGNITIVE TASKS: A FUNCTIONAL MRI STUDY IN CHILDREN WITH READING IMPAIRMENTS
2014. XXIV Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica. 0

Resumos expandidos em congressos

Youth?s brains and violence: neurobiological and molecular effects of victimization on attention and theory-of-mind related processes in vulnerable children
2018. 3rd International Conference on Educational Neuroscience.
NEURAL CORRELATES OF DYSLEXIA AND POOR READING: A MULTICENTER STUDY ON EARLY NEURAL INDICES OF READING DISABILITY AND DIFFICULTY
2014. II World Dyslexia Forum.
Neurociência e educação: Projeto ACERTA
2013. Second Brazilian Meeting on Brain and Cognition.
Commonality of Bilinguals' Neural Representations of Nouns Across Two Languages
2009. 15th Annual Meeting Organization for Human Brain Mapping.
Language Dual Tasking: Listening to two people makes your brain work twice as hard
2008. 14th Annual meeting of the Organization for Human Brain Mapping.

Resumos em congressos

Conectividade intrínseca alterada entre regiões ligadas ao sistema de recompensa em adultos jovens que sofreram restrição de crescimento intrauterino pode estar associada à preferência por alimentos palatáveis
2014. 34a. Semana Científica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.
A representação 'neurosemântica' em bilíngües
2013. I Seminário de Pesquisas em Lingüistica: Língua e Cognição.
A práxis tradutória, a teoria comparatista e os estudos culturais
2000. Salão de Iniciação Científica.

Veja todas as publicações no Currículo Lattes

Orientações em andamento

Mestrado

Vinícius Escobar. Em andamento. Início: 2021. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Orientador principal)
Rhaná Carolina Santos. Em andamento. Início: 2020. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Orientador principal)
Aline Kotosky. Banco de Imagens para Inteligência Artificial e Compartilhamento de Dados de Pesquisa de Neuroimagem do Instituto do Cérebro do Rio Grande do Sul. Início: 2020. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Orientador principal)

Doutorado

Joana Paim da Luz. Em andamento. Início: 2020. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Orientador principal)

Veja todas as orientações no Currículo Lattes